PUBLICIDADE

investimentos

Petrobras é ação mais indicada para investir em fevereiro

Dizem que o ano só começa depois do Carnaval. Pois bem, a máxima pode ser um consolo aos investidores após a queda de mais de 4% do Ibovespa em janeiro.

Então, seja para quem começou 2024 com o pé esquerdo ou para quem vê a queda da bolsa como uma oportunidade, o momento pode ser o ideal para ajustar a carteira de investimentos com o objetivo de obter com maior retorno, inclusive acima do Ibovespa.

No levantamento exclusivo que o Seu Dinheirofaz todos os meses com corretoras e casas de an√°lise, a a√ß√£o favorita nas carteiras recomendadas de 11 analistas √© uma velha conhecida ‚ÄĒ e que vem dando alegrias aos investidores na B3.

Quem investiu na¬†Petrobras (PETR4)¬† acumulou um ganho de 8,62% nos primeiros 31 dias de 2024 ‚ÄĒ driblando o tom negativo do principal √≠ndice da bolsa brasileira.

A a√ß√£o da estatal j√° havia¬†aparecido entre as favoritas do m√™s passado, e agora conquistou novamente a medalha de ouro, com quatro indica√ß√Ķes entre os analistas.

Em segundo lugar, a¬†Vivara (VIVA3), a varejista de joias queridinha do mercado financeiro, se mant√©m no p√≥dio com tr√™s indica√ß√Ķes.

Com a medalha de bronze, quatro a√ß√Ķes aparecem com duas indica√ß√Ķes cada. Duas delas s√£o ‚Äúfigurinhas carimbadas‚ÄĚ nas indica√ß√Ķes ‚ÄĒ¬†Ita√ļ (ITUB4)¬†e¬†Vale (VALE3)¬†‚ÄĒ e as outras duas s√£o praticamente novatas na lista:¬†Cyrela (CYRE3)¬†e¬†Assa√≠ (ASAI3).

Entendendo a A√ß√£o do M√™s: todos os meses, o Seu Dinheiro consulta as principais corretoras do pa√≠s para descobrir quais s√£o suas apostas para o per√≠odo. Dentro das carteiras recomendadas, normalmente com at√© 10 pap√©is, os analistas indicam os seus tr√™s prediletos. Com o ranking nas m√£os, selecionamos os que contaram com pelo menos duas indica√ß√Ķes.

Novidades na ‚ÄúA√ß√£o do M√™s‚ÄĚ

Com a temporada de balan√ßos ganhando f√īlego ao longo dos pr√≥ximos dias e um cen√°rio de continuidade de redu√ß√£o da taxa Selic, alguns pap√©is mais sens√≠veis ao ciclo de cortes dos juros voltaram a ser atrativos, na vis√£o de analistas.

S√£o esses os fatores que norteiam, por exemplo, a escolha pelas a√ß√Ķes do Assa√≠ (ASAI3).

No caso da rede de atacarejo, h√° a expectativa para os n√ļmeros do per√≠odo entre setembro e dezembro de 2023 e significativa melhora nas receitas ao longo deste ano.

Na vis√£o da Guide Investimentos, a companhia deve recuperar as perdas dos √ļltimos anos em 2024 com uma trajet√≥ria crescente de lucro e redu√ß√£o do endividamento da empresa, diante de um cen√°rio de juros caindo no Brasil e nos Estados Unidos ‚ÄĒ a partir de junho ou julho.

‚ÄúCaso nossa tese de queda de juros esteja errada‚ÄĚ, o Assa√≠ seria uma das empresas que tenderiam a sofrer menos, segundo a corretora.

J√° Cyrela (CYRE3) se destaca com a pr√©via operacional divulgada em janeiro, destoando das revis√Ķes negativas para outras empresas do setor de constru√ß√£o como MRV (MRVE3) e Tenda (TEND3).

A incorporadora lan√ßou 13 empreendimentos¬†entre setembro e dezembro de 2023, com um volume de R$ 2,7 bilh√Ķes, 3% inferior ao realizado no quatro trimestre no ano anterior. No ano, por√©m, o Valor Geral de Vendas (VGV) de lan√ßamentos superou os R$ 9,7 bilh√Ķes e ficou 7% acima do registrado em 2022.

Na vis√£o do Santander, as a√ß√Ķes da Cyrela apresentam pelo menos tr√™s pontos atrativos: o s√≥lido impulso de lucros, excelente execu√ß√£o operacional e papel negociado 27% abaixo da sua m√©dia hist√≥rica. O banco tem recomenda√ß√£o de compra para CYRE3 com pre√ßo-alvo de R$ 28,00.

O balanço de Assaí será divulgado no dia 22 de fevereiro. Já os resultados de Cyrela estão previstos para 14 de março.

Petrobras (PETR4), a preferida outra vez

A cautela com eventuais interferências do governo no comando da Petrobras (PETR4) sempre segue à vista dos investidores.

Mas, em janeiro, a perspectiva mais pessimista ficou em segundo plano diante da forte alta do petróleo Brent no mercado internacional.

No mês, os contratos mais líquidos da commodity saltaram cerca de 6%, em reação à escalada do conflito no Oriente Médio, que suscitou incertezas sobre a oferta do petróleo em escala global.

Com o impulso do petr√≥leo, a¬†Petrobras¬†renovou o recorde hist√≥rico de cota√ß√£o das a√ß√Ķes no Ibovespa e, consequentemente, o valor de mercado na √ļltima quinta-feira (1¬ļ).

A PETR3 fechou o dia em R$ 42,96 e a PETR4, em R$ 41,57. O valor de mercado da companhia chegou ao patamar de R$ 552 bilh√Ķes.

Na frente dos bancos: Ita√ļ (ITUB4)

Nesta semana recheada pela¬†divulga√ß√£o dos resultados dos bancos, Ita√ļ (ITUB4) deve se destacar mais uma vez. O¬†maior banco privado do pa√≠s¬†publica os resultados do quarto trimestre de 2023 nesta segunda-feira (5), ap√≥s o fechamento dos mercados.

A expectativa para os n√ļmeros mais uma vez √© positiva, mas o banco pode trazer outras novidades junto com o balan√ßo.

Para a Empiricus, o Ita√ļ est√° na imin√™ncia de aumentar a propor√ß√£o do lucro que distribui aos acionistas na forma de dividendos.

Al√©m disso, ‚Äúa capacidade de antecipar ciclos de cr√©dito, aumentando ou diminuindo o risco da carteira conforme o cen√°rio antevisto, √© uma habilidade que a gest√£o atual provou ter nos √ļltimos anos, quando atravessamos picos de inadimpl√™ncia no Brasil e o Ita√ļ manteve seus calotes abaixo dos pares‚ÄĚ.

Vale mencionar tamb√©m a aquisi√ß√£o pelo banco do¬†edif√≠cio Faria Lima 3500, atual sede do Ita√ļ BBA, por R$ 1,5 bilh√£o¬†‚ÄĒ o que fez o im√≥vel conquistar o t√≠tulo de mais caro do Brasil.

Vivara (VIVA3) e Vale (VALE3)

Em geral, as corretoras que recomendam a ação da Vivara destacam o crescimento e expansão da bandeira Life e a consolidação como líder em participação do mercado (market share) no mercado brasileiro de joias.

J√° as¬†a√ß√Ķes da Vale, por exemplo, s√£o uma forma de dolariza√ß√£o da carteira, j√° que a empresa √© uma produtora de commodities cujos pre√ßos s√£o cotados na moeda norte-americana.

Por Seu Dinheiro