PUBLICIDADE

mundo

OMS diz que variante Delta, da √ćndia, j√° est√° em 98 pa√≠ses

A variante Delta, predominante em Portugal, j√° est√° presente em 98 pa√≠ses, anunciou hoje (2) a Organiza√ß√£o Mundial da Sa√ļde (OMS), alertando que o mundo est√° diante de um ‚Äúper√≠odo muito perigoso da pandemia‚ÄĚ de covid-19.

‚ÄúA Delta foi detectada pelo menos em 98 pa√≠ses, propagando-se rapidamente em pa√≠ses com baixa e com alta cobertura de vacinas‚ÄĚ, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom, em entrevista coletiva virtual partir de Genebra.

Segundo ele, o mundo enfrenta atualmente um ‚Äúper√≠odo muito perigoso da pandemia‚ÄĚ, com ‚Äúcenas terr√≠veis de hospitais superlotados‚ÄĚ em pa√≠ses com baixa cobertura de vacina√ß√£o e com a variante Delta, detectada inicialmente na √ćndia, a ‚Äúcontinuar a muta√ß√£o‚ÄĚ, o que requer uma avalia√ß√£o constante com ajustes na resposta de sa√ļde p√ļblica.

O representante da OMS adiantou que pediu aos líderes mundiais para trabalharem em conjunto, no sentido de garantir que, em julho de 2022, 70% da população mundial estejam vacinados contra o SARS-CoV-2.

‚ÄúEssa √© melhor maneira de controlar a pandemia, de salvar vidas e de levar √† recupera√ß√£o econ√īmica global, evitando que as variantes conseguiam se disseminar‚ÄĚ, defendeu Tedros Adhanom, reiterando o objetivo de, em setembro deste ano, ter 10% da popula√ß√£o do mundo j√° vacinada, o que permite proteger os trabalhadores da sa√ļde e os grupos mais vulner√°veis.
Para incrementar a vacina√ß√£o global, o l√≠der da OMS adiantou que est√£o sendo criadas novas instala√ß√Ķes de produ√ß√£o em v√°rias partes do mundo, mas que esse objetivo pode ser acelerado com a partilha de conhecimento e de tecnologia por parte das empresas farmac√™uticas.

Nesse sentido, Tedros Adhanom disse que desafiou a BioNTech, a Pfizer e a Moderna a partilharem o conhecimento para ‚Äúpoder acelerar o desenvolvimento de novas produ√ß√Ķes‚ÄĚ de vacinas.

Na mesma entrevista, a epidemiologista Maria Van Kerkhove, respons√°vel t√©cnica da resposta da OMS √† covid-19, considerou que a organiza√ß√£o ‚Äún√£o tem uma bola de cristal para fazer previs√Ķes‚ÄĚ sobre quanto tempo ainda demorar√° a pandemia. Lembrou que, neste momento, existem quatro variantes de preocupa√ß√£o ‚Äď Alpha, Beta, Gama e Delta -, que tamb√©m est√£o em circula√ß√£o em Portugal.

‚ÄúA trajet√≥ria das variantes em cada pa√≠s depende dos planos que est√£o sendo implementados‚ÄĚ, afirmou a especialista, ao destacar a necessidade de manter a vigil√Ęncia, a testagem, o isolamento dos casos, a quarentena dos contatos e uma boa taxa de vacina√ß√£o, assim como as medidas de prote√ß√£o individual.

‚ÄúTodos esses fatores s√£o parte da equa√ß√£o sobre quando essa pandemia vai acabar‚ÄĚ. A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 3.957.862 mortes em todo o mundo, resultantes de mais de 182,5 milh√Ķes de casos de infec√ß√£o, segundo balan√ßo recente da ag√™ncia AFP.

Em Portugal, morreram 17.108 pessoas e foram confirmados 884.442 casos de infe√ß√£o, de acordo com o boletim mais recente da Dire√ß√£o-Geral da Sa√ļde.¬† A doen√ßa respirat√≥ria √© provocada pelo novo coronav√≠rus SARS-CoV-2, detectado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China.