PUBLICIDADE

carros & motos

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

A Nissan inicia oficialmente as vendas do superesportivo GT-R no mercado brasileiro. A marca, assim, refor√ßa ainda mais o seu posicionamento de atrevimento atrelado √† inova√ß√£o e tecnologia japonesa, trazendo para o Brasil o que ela tem de mais avan√ßado em performance e inova√ß√£o. Um dos ve√≠culos de produ√ß√£o em s√©rie mais r√°pidos do mundo, o GT-R √© um √≠cone reconhecido por bater recordes de tempo nas mais tradicionais pistas do mundo, destro√ßando n√ļmeros obtidos por superesportivos de diferentes marcas, o que contribuiu para torn√°-lo conhecido tamb√©m como “Godzilla”.

O Nissan GT-R, que √© produzido exclusivamente no Jap√£o, ser√° vendido no Brasil j√° em sua linha 2017, que apresenta novidades no desenho, motor, suspens√£o e lista de equipamentos. Ele chega na vers√£o 3.8 V6 Premium, com op√ß√Ķes de cinco cores de acabamento interno. A sua comercializa√ß√£o tamb√©m d√° in√≠cio no pa√≠s a ado√ß√£o do novo padr√£o mundial de estilo das concession√°rias Nissan, que busca elevar a imagem da marca a um novo patamar de modernidade e qualidade, proporcionando uma experi√™ncia diferenciada para o cliente da empresa.

O novo layout foi desenvolvido para guiar facilmente o cliente pela concessionária, garantindo a fácil localização das áreas de interesse e dando destaque aos produtos da marca. A primeira concessionária do país a adotar esse novo padrão é a Nissan Carrera localizada na Avenida Brasil, área nobre da cidade de São Paulo, que comercializará o superesportivo.

A estratégia de vendas do GT-R visa atender todo território nacional. O cliente que estiver interessado no modelo poderá contatar qualquer revenda da marca, independente da localização e estas os indicarão para a Nissan Carrera, que dará continuidade ao processo de venda. Como será oferecido sob encomenda, o modelo ícone da Nissan terá prazo previsto de entrega em média de três a quatro meses após a compra.

O Nissan GT-R chega ao mercado brasileiro com preço inicial de R$ 900 mil e um atendimento diferenciado. O comprador contará com um call center exclusivo, serviço de pós-vendas especializado, com profissionais altamente capacitados, e estrutura dedicada. O superesportivo japonês também está confirmado como uma das estrelas do estande da Nissan no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo, em novembro.

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Modelo 2017: ainda mais exclusivo

Lan√ßada em julho deste ano no Jap√£o, a linha 2017 do Nissan GT-R traz as altera√ß√Ķes mais significativas do superesportivo desde o lan√ßamento da atual gera√ß√£o. Com visual renovado tanto por fora quanto por dentro, o GT-R 2017 teve tamb√©m os principais itens de performance da condu√ß√£o aprimorados, entre eles o chassi, que foi significativamente refor√ßado, e o motor biturbo V6 3.8 24 v√°lvulas, que est√° mais potente. Lan√ßado em 2007, o Nissan GT-R de sexta gera√ß√£o est√° mais confort√°vel do que nunca, com uma nova percep√ß√£o de eleg√Ęncia, algo bem raro em um modelo superesportivo de alto desempenho.

O novo GT-R exibe design externo totalmente renovado, que confere ao modelo uma pegada com mais estilo e permite que integre o grupo de superesportivos que se diferenciam pelo design. O grande destaque se encontra na frente, com cap√ī e para-choques redesenhados, far√≥is de rodagem diurna (DRL) e a assinatura de estilo atual da Nissan na grade “V-motion”, que traz acabamento cromado fosco. A grade diferenciada foi alargada em 20% para aumentar o fluxo de ar que resfria o motor, sem provocar mais arrasto. Seu formato sofisticado harmoniza de forma suave com o novo cap√ī, cuja rigidez estrutural foi aumentada. Ap√≥s a elimina√ß√£o da deforma√ß√£o, os testes realizados mostraram que o novo design do cap√ī aumenta consideravelmente a performance aerodin√Ęmica na frente do ve√≠culo em velocidades mais elevadas (acima de 200 km/h).

A maioria das mudan√ßas no visual do GT-R teve como objetivo a melhoria da performance aerodin√Ęmica. Mais especificamente, a efici√™ncia aerodin√Ęmica foi focada em tr√™s √°reas principais: gera√ß√£o de for√ßa de sustenta√ß√£o negativa (downforce), redu√ß√£o do arrasto e maior capacidade de resfriamento dos sistemas vitais do ve√≠culo. A meta era maximizar o resfriamento do fluxo de ar, mantendo ao mesmo tempo o arrasto aerodin√Ęmico sob controle (isto √©, n√£o aumentar o arrasto em uma √°rea do ve√≠culo como resultado de uma melhor performance em termos de resfriamento / fluxo de ar em outra √°rea).

Al√©m da nova grade e do novo cap√ī, o perfil curvado sob o espoiler dianteiro foi levemente ampliado e rebaixado em alguns mil√≠metros para melhorar o fluxo de ar em suas extremidades laterais (foi mantida a dist√Ęncia do solo do modelo anterior). Com um novo desenho, a soleira que contorna a extremidade inferior em ambos os lados do carro permite reduzir a quantidade de ar que √© puxada para baixo, contrapondo a for√ßa de sustenta√ß√£o e melhorando a estabilidade. As colunas traseiras tamb√©m receberam um novo desenho, cuja parte superior proporciona melhor gest√£o do fluxo de ar, evitando a gera√ß√£o de um v√≥rtice menor.

A traseira do novo GT-R continua sendo definida por suas ic√īnicas lanternas traseiras arredondadas. Mas olhando mais de perto, nota-se um difusor com acabamento prateado e novas sa√≠das de ar laterais, que foram incorporados √†s ponteiras qu√°druplas do escapamento de tit√Ęnio, para melhorar a aerodin√Ęmica do ve√≠culo. A cintura que separa a parte inferior do painel da carroceria na cor preta foi levantada, fazendo o carro parecer mais largo e agressivo. A parte que corresponde ao para-choque traseiro agora incorpora o mesmo design visto no GT-R NISMO, para melhor direcionamento do ar na parte inferior da traseira do ve√≠culo. Isso tamb√©m contribui para menor interfer√™ncia entre os gases de escape que saem do sistema e o fluxo de ar na parte lateral traseira do para-choque, para melhor expuls√£o do calor. Com muito estilo, as novas rodas de liga com aro em formato de Y, produzidas pela japonesa RAYS, foram especialmente redesenhadas para o Nissan GT-R 2017.

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Motor V6 biturbo ficou mais “feroz”

A potência do premiado e aclamado motor biturbo V6 3.8 24 válvulas do GT-R foi aumentada em 20 cavalos em comparação à versão anterior. Agora, ele entrega 572 cavalos a 6.800 rpm, graças, em parte, ao aumento na pressão do atuador e a um sistema de temporização da ignição que é controlado individualmente por cada cilindro, uma tecnologia anteriormente exclusiva do GT-R NISMO de competição.

As novas mudan√ßas resultam em melhor acelera√ß√£o em rota√ß√Ķes m√©dias (3.200 rpm ou superior), com rendimento m√°ximo do torque dispon√≠vel em uma faixa maior de utiliza√ß√£o. Assim como no GT-R NISMO, por meio de um controle mais preciso da temporiza√ß√£o da igni√ß√£o em cada cilindro, reduziu-se significativamente a autoigni√ß√£o (imprecis√£o da explos√£o), ao mesmo tempo em que foi melhorada a performance ambiental por meio de uma queima de combust√≠vel mais limpa e eficiente.

Chamado de “VR38DETT”, o motor apresenta cilindros revestidos com jato de plasma (em contraposi√ß√£o √†s camisas fundidas), que permite menor atrito, menor peso, maior capacidade de resfriamento, maior rendimento e consumo mais eficiente. Ele tamb√©m exibe um sistema coletor de admiss√£o e escape sim√©trico e independente, com turbo compressores duplos de alta performance; segundo sistema de gest√£o do ar para melhor performance das emiss√Ķes em partida a frio; sistema de resfriamento do √≥leo controlado termostaticamente; bomba de recupera√ß√£o de √≥leo para manter o fluxo de lubrifica√ß√£o nos turbo compressores e sistema lateral de lubrifica√ß√£o seco e √ļmido do c√°rter.

A produ√ß√£o do motor recebe aten√ß√£o especial e todas as etapas da montagem seguem um processo manual, realizado por t√©cnicos rigorosamente treinados, que ficam dentro de uma sala exclusiva e com alto n√≠vel de limpeza. Cada motor recebe uma placa de alum√≠nio que exibe o nome do engenheiro respons√°vel por sua montagem completa. Estes profissionais altamente especializados s√£o chamados de “Takumis”, artes√£os em japon√™s. Apenas cinco deles t√™m o privil√©gio de montar os motores do Nissan GT-R, o que deixa o volume de fabrica√ß√£o muito exclusivo e o carro ainda mais especial.

Tamb√©m uma novidade, o sistema de exaust√£o de tit√Ęnio gerencia melhor as altas temperaturas dos gases de escape provenientes do motor. O sistema inclui um duto NACA (sigla para Comit√™ Americano para Aconselhamento sobre Aeron√°utica) na bandeja inferior do ve√≠culo, logo √† frente do silencioso, que orienta o ar para a √°rea do difusor traseiro para ajudar a resfriar o silencioso e remover o ar quente desta √°rea do ve√≠culo.

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Nissan inicia vendas do superesportivo GT-R no Brasil

Furioso sem ser barulhento

O cuidado em aumentar os sons agrad√°veis ao ouvido ‚Äď principalmente os que fazem o cora√ß√£o bater mais forte e s√£o provenientes do sistema de escape com sa√≠da qu√°drupla ‚Äď e remover ru√≠dos indesejados √© um dos destaques do projeto da vers√£o 2017 do GT-R. A inten√ß√£o dos engenheiros da Nissan foi estimular como nunca os sentidos de quem est√° dentro do superesportivo, por√©m mantendo a cabine muito mais silenciosa em velocidade de cruzeiro.

O Controle Ativo de Ru√≠do (ANC ‚Äď Active Noise Cancellation) identifica e reduz ru√≠dos indesej√°veis de baixa frequ√™ncia, pela instala√ß√£o de microfones posicionados estrategicamente na cabine, que empregam uma onda de som na mesma amplitude por meio de alto-falantes antirru√≠do, anulando sons indesej√°veis. O projeto do ve√≠culo incluiu ainda a instala√ß√£o de material de isolamento ac√ļstico de maior performance atr√°s do painel de instrumentos, para-brisa e painel de bordo com capacidade de isolamento ac√ļstico, al√©m do material de isolamento instalado entre os para-lamas traseiros, que agem em conjunto para anular ru√≠dos provenientes do compartimento do motor e dos pneus traseiros. Al√©m disso, a v√°lvula de controle eletr√īnico que equipa o novo sistema de escape de tit√Ęnio ajuda a controlar a resson√Ęncia do silencioso, que poderia criar um ru√≠do indesej√°vel de “estrondo”. Al√©m disso, o sistema ANC e a v√°lvula de controle eletr√īnico eliminam este ru√≠do, controlando tamb√©m os sons de baixa frequ√™ncia.

Al√©m disso, gra√ßas √† instala√ß√£o dos novos silenciosos de tit√Ęnio com v√°lvula de controle eletr√īnico, o sistema ativo de melhoria do som (ASE ‚Äď Active Sound Enhancement) leva a pot√™ncia do motor diretamente para a cabine. O ASE define a frequ√™ncia e o volume do som proveniente de fontes espec√≠ficas (como o escapamento), comparando-os ao mesmo tempo com informa√ß√Ķes relacionadas, como velocidade do motor e outros par√Ęmetros-chave do ve√≠culo. O sistema processa o sinal sonoro atrav√©s do amplificador do sistema de √°udio, reproduzindo-o dentro da cabine pelos alto-falantes.

O condutor pode ajustar a capacidade de controle do som por meio das tr√™s configura√ß√Ķes de condu√ß√£o do ve√≠culo ‚Äď Normal, Comfort e R. Al√©m disso, um comando de controle do ru√≠do do sistema de escape permite reproduzir menos ru√≠dos do motor no momento da partida. Ao pressionar o comando de controle do ru√≠do do sistema de escape antes da igni√ß√£o, a v√°lvula eletr√īnica instalada dentro do sistema de escape √© fechada, permitindo um funcionamento mais silencioso na partida do motor, que √© mantido por um breve espa√ßo de tempo enquanto o ve√≠culo √© dirigido em rota√ß√Ķes mais baixas. Quando fechada, a v√°lvula eletr√īnica localizada dentro do sistema de escape permite uma redu√ß√£o de 10 dB em compara√ß√£o com o dispositivo na posi√ß√£o aberta ‚Äď o que √© uma diferen√ßa substancial na qualidade do som em termos volum√©tricos para o ouvido humano.

Tecnologias com foco na segurança

Al√©m da maior rigidez estrutural da plataforma, contribuindo para a prote√ß√£o dos ocupantes, os itens de seguran√ßa de s√©rie no Nissan GT-R 2017 incluem o sistema avan√ßado de airbags da Nissan (AABS ‚ÄďAdvanced AirBag System), que apresenta bolsas infl√°veis complementares com abertura em dois est√°gios para os passageiros dianteiros, sensores nos cintos de seguran√ßa e sensores de classifica√ß√£o dos ocupantes, que t√™m a capacidade de ajustar o n√≠vel de abertura das bolsas do sistema com base no uso do cinto de seguran√ßa e na gravidade da colis√£o.

Dois airbags complementares para proteger contra colis√Ķes laterais est√£o integrados √†s laterais dos bancos dianteiros, de forma a se moverem junto com o motorista e o passageiro dianteiro, de acordo com o ajuste da posi√ß√£o do banco de cada um. O ve√≠culo tamb√©m √© equipado com airbags laterais de cortina, instalados no teto, uma coluna de dire√ß√£o absorvedora de energia, al√©m do sistema LATCH (Lower Anchors and Tethers for Children ‚Äď sistema de fixa√ß√£o e seguran√ßa para crian√ßas), com dispositivos de reten√ß√£o para crian√ßas compat√≠veis com a norma ISOFIX que n√£o exigem o uso de cintos de seguran√ßa.

Outras tecnologias com foco na seguran√ßa incluem o Advanced Vehicle Dynamic Control (VDC), um sistema de controle eletr√īnico de estabilidade que conta com tr√™s modos personaliz√°veis pelo condutor (Normal, R-Mode, Off); o sistema de controle eletr√īnico de tra√ß√£o (TCS), o sistema ABS e a distribui√ß√£o eletr√īnica de frenagem (EBD), al√©m de c√Ęmera de r√©, sistema de monitoramento da press√£o dos pneus (TPMS), e acendimento autom√°tico dos far√≥is.

PUBLICIDADE