PUBLICIDADE

saúde

Museu promove ações sobre alimentação saudável e sustentável

É possível modificar a relação do homem com o alimento para não sobrecarregar a natureza? Como saber se os alimentos consumidos todos os dias não têm agrotóxicos demais? Para marcar o Dia Mundial da Nutrição (16) e incentivar o debate sobre a alimentação saudável e sustentável, o Museu do Amanhã e Comida do Amanhã realizam “O que vamos comer amanhã?” no dia 15 de outubro, a partir das 10h. A programação inclui o seminário “SemeáRio”, a feira “Banquete, encontros no jardim” e ainda atividades para crianças e adultos com o “Alimentando Amanhãs”.

O “SemeáRio” trará ao auditório do Museu do Amanhã uma série de temas que vão desde a origem até o empoderamento pela comida, passando por pautas como alimentação infantil, desperdício de alimentos e compostagem orgânica. Cerca de 15 palestrantes – que representarão entidades e movimentos como Junta Local, Conservação Internacional do Brasil, Reffetorio Gastromotiva, Ciclo Orgânico, EMBRAPA Agrobiologia, Centro Amazônia, entre outros – apresentarão experiências, desafios e soluções sobre várias problemáticas relacionadas à alimentação, demonstrando a importância do debate sobre o tema. As inscrições podem ser feitas pelo site do Museu, e as vagas são limitadas.

“Existe uma série de projetos e instituições que trabalham com alimentação focando em nichos. O SemeáRio é a oportunidade de começar essa rede pelo Comida do Amanhã, que precisa ser semeada hoje. Vamos falar de comida demonstrar como esse tema está na vida de todos nós e afeta o mundo como um todo. O que comemos muda o mundo, e é com esse mote que este encontro acontece. Para mudarmos o mundo juntos, e para melhor”, explica Mónica Guerra Rocha, fundadora do Comida do Amanhã.

Feira promoverá a convivência na área externa

Os museus são lugares de encontros, e no Museu do Amanhã a convivência é um dos principais eixos éticos. A realização periódica da feira “Banquete, encontros no jardim”, na área externa da instituição, reforça esta missão.

“Será uma forma de celebrar as diferenças, um local de encontros bem descontraído, onde participam produtores locais, moradores da região portuária, um grupo de pessoas em situação de refúgio – novos moradores da nossa cidade, que trazem delícias típicas de suas origens –, e também convidamos chefs renomados, produtores de alimentação

sustentável, e outros grupos da cidade”, destaca Laura Taves, gerente de Relações Comunitárias do Museu do Amanhã.

Além de 40 barracas da rede Rio Alimentação Sustentável, com presença de produtores da agricultura familiar e orgânica, a feira ainda contará com mais 16 barracas de culinária e 11 de artesanato dos seguintes parceiros: Sabores do Porto, realizada periodicamente na Praça Mauá; Refugiados apoiados pela Cáritas, onde as pessoas em situação de refúgio terão a oportunidade de apresentar seu artesanato e culinária típicos dos países de origem; Maré de Sabores, que representará a iniciativa da comunidade da Maré.

A alta gastronomia também estará presente com a participação da Feira Rio Je t´aime, que reúne grandes chefs franceses e brasileiros com pratos a preços populares. Flávia Quaresma, Olivier Cozan, Ana Tonani, Dani Camillo, Roland Villard, Fred Monnier, Fred de Mayer, Kátia Hannequim, Roberta Ciasca e Christophe Lidy estarão presentes com suas barracas.

Alimentando Amanhãs

O que vamos comer amanhã, de onde vem essa comida e para onde ela vai? Com a proposta de pensar juntos sobre esses questionamentos, a equipe de Educação do Museu do Amanhã realizará atividades nos dias 15 e 16 de outubro (sábado e domingo) para descobrir, reconectar e encantar crianças e adultos com a comida, bem como integrar as experiências de alimentar o corpo e nutrir os sentidos.
A programação contará ao longo dos dois dias com “Oficina de Sabores com o Alimentamente”, em grupos de até 10 pessoas, onde as crianças aprenderão a preparar e saborear alimentos veganos, utilizando ingredientes orgânicos e frescos; “Trilhar o amanhã do que comemos”, visitas mediadas pelos educadores da instituição; “Conversas em Roda”, com a participação da autora de livros infantis Mariene Lino e a apresentadora Gabriela Kapim; palestra “Da geladeira à lancheira” com Mayra Abbondanza, engenheira de alimentos e cozinheira; além de brincadeiras como “Prato Lúdico” e “Jogo do Destino Final: Para onde vai o nosso lixo?!”.

Serviço:

O que vamos comer amanhã?” – “SemeáRio”

Data: 15/10 (sábado)

Horário: 14h30 às 17h30

“Banquete, encontros no jardim”

Data: 15/10 (sábado)

Horário: 10h às 17h

PUBLICIDADE