PUBLICIDADE

Mercado

Ministério do Trabalho atualiza valores do seguro-desemprego para 2024

O Minist√©rio do Trabalho e Emprego atualizou a tabela anual do seguro-desemprego para 2024. A corre√ß√£o levou em conta o¬†√ćndice Nacional de Pre√ßos ao consumidor¬†(INPC) de 2023, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estat√≠stica (IBGE), que foi de 3,71%.

Com isso, o valor do benefício seguro-desemprego não será inferior ao valor correspondente do salário mínimo vigente, R$ 1.412. Já os trabalhadores que tenham recebido salários médios acima de R$ 3.402,65 terão direito, invariavelmente, ao seguro-desemprego no valor de R$ 2.313,74.

Reajuste benefícios do INSS

A portaria que reajusta em 3,71% os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) acima de um salário mínimo foi publicada nesta sexta-feira (12) no Diário Oficial da União.

Com a¬†defini√ß√£o do √≠ndice de reajuste¬†‚Äď que segue o √ćndice Nacional de Pre√ßos ao Consumidor (INPC) do ano passado ‚Äď o teto do INSS atual ter√° acr√©scimo de R$ 278,52, passando dos atuais R$ 7.507,49 para R$ 7.786,01 em 2024.

Al√©m de corrigir os benef√≠cios, o INPC tamb√©m √© aplicado para reajustar as contribui√ß√Ķes para a Previd√™ncia Social, que sobem conforme o sal√°rio. Quanto mais o trabalhador na ativa recebe, mais est√° sujeito a al√≠quotas adicionais que elevam a contribui√ß√£o.

Os benefícios atrelados ao salário mínimo subirão 6,97%, de R$ 1.320 para R$ 1.412. A variação corresponde à política correção aprovada em agosto do ano passado, que prevê a reposição da inflação pelo INPC do ano anterior, mais o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes.

O decreto com o valor do salário mínimo, que responde pela maior parte dos benefícios da Previdência Social, foi assinado no fim de dezembro pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O INSS come√ßar√° a pagar os benef√≠cios de janeiro no fim do m√™s. Para quem ganha um sal√°rio m√≠nimo, o pagamento da aposentadoria, pens√£o ou aux√≠lio ser√° feito entre 25 de janeiro e 7 de fevereiro. Quem recebe al√©m do m√≠nimo ter√° o benef√≠cio depositado entre 1¬ļ e 7 de fevereiro.

Mat√©ria alterada √†s 10h24 para corrigir informa√ß√£o no 4¬į par√°grafo. O percentual de alta √© de 6,97%, e n√£o 8,4%, como informado inicialmente.

Edição: Denise Griesinger e Graça Adjuto