PUBLICIDADE

são paulo

MASP terá programação especial na pré-abertura da Bienal de Veneza

O Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (MASP) estará na 60ª Bienal de Veneza com uma programação especial de pré-abertura. Do dia 16 a 20 de abril, o programa de benefícios MASP Viagem realizará sua maior edição durante o evento, para reunir 90 conselheiros e patronos que apoiam o museu.

A edição de 2024 é especialmente marcante já que essa é a primeira vez que um latino-americano realiza a curadoria da Bienal: Adriano Pedrosa, o diretor artístico do MASP.

Para a ocasião, o museu paulistano preparou uma programação que inclui visitas guiadas por quatro curadores do museu. O itinerário abrangerá o acesso ao Pavilhão Central (Giardini) e ao complexo do Arsenale, visitas à coleção Pinault, à Accademia di Belle Arti di Venezia, à Fondazione Bevilacqua, à Fondazione Prada, entre outras instituições culturais e eventos paralelos.

Um dos pontos altos do programa será um jantar no emblemático Hotel Danieli com artistas brasileiros participantes da Bienal de Arte de Veneza 2024, membros de instituições culturais internacionais e colecionadores do cenário de arte internacional. Durante o evento, Pedrosa estará presente para compartilhar as primeiras impressões sobre a exposição.

A 60ª Exposição Internacional de Arte La Biennale di Venezia é intitulada “Stranieri Ovunque” [Estrangeiros em todos os lugares]. A edição se inspira nas obras de Claire Fontaine, que utilizou a expressão de um grupo em Turim dedicado ao combate da xenofobia no início dos anos 2000. A exposição destaca artistas que representam a noção de “estrangeirismo” em suas diversas manifestações, incluindo imigrantes, expatriados, membros de diásporas, exilados, refugiados ou pessoas à margem da sociedade.

Por Forbes