PUBLICIDADE

carros & motos

Hilux decepciona mais uma vez em teste de estabilidade

Em 2007, a revista sueca Teknikens Värld (especializada em automóveis), mostrou que a Hilux oferecia um alto risco de capotamento durante alguns testes de estabilidade, sendo a única reprovada.

Sendo assim, a revista resolveu fazer outro teste com a nova geração de picapes que acabaram de chegar aos mercados. Entre elas a própria Hilux, que mudou no ano passado.

Mais uma vez o resultado foi decepcionante. O modelo da Toyota fracassou novamente e foi o único a tirar os dois pneus do chão em manobra realizada a 59 km/h e com a carga máxima permitida pelo fabricante (no caso da Hilux, 834 kg).

A revista chegou a suspeitar do nível de aderência dos pneus de 18 polegadas, e como as picapes têm controle de estabilidade, esse risco não era esperado, já que outros modelos passaram em testes de 67 km/h.

O teste foi refeito. Dessa vez, em uma Hilux com pneus aro 17, mas o carro voltou a deslocar do chão, embora menos que a anterior. A revista chegou à conclusão de que há algo seriamente errado com o sistema de segurança dinâmica e que seu desempenho ainda não está nem perto do esperado.

A Toyota europeia, por sua vez, se defendeu informando que, segundo testes realizados durante seu desenvolvimento, a veículo é seguro.

PUBLICIDADE