PUBLICIDADE

1.0 - RADAR3.0 - NEG√ďCIOS

Governo faz leil√Ķes de √≥leo, g√°s e de 4 hidrel√©tricas

 

Na expectativa de alavancar investimentos no pa√≠s e conseguir recursos extras para fechar as contas de 2017, o governo federal realiza nesta quarta-feira (27) dois leil√Ķes, um no Rio de Janeiro e outro em S√£o Paulo, que v√£o oferecer concess√Ķes no setor de energia para a iniciativa privada.

No Rio acontece a 14¬™ Rodada de Licita√ß√Ķes de Petr√≥leo e G√°s. Ser√£o ofertados 287 blocos de explora√ß√£o, divididos em 29 setores de nove bacias sedimentares, que totalizam uma √°rea de quase 123 mil Km2.

De acordo com a Ag√™ncia Nacional do Petr√≥leo, G√°s Natural e Biocombust√≠veis (ANP), 32 empresas est√£o inscritas para participar do leil√£o. A maioria (18 dentre o total de inscritas) s√£o empresas estrangeiras ‚Äď est√£o no p√°reo correntes da Alemanha, Austr√°lia, Canad√°, China, Espanha, Estados Unidos, Fran√ßa, √ćndia, Mal√°sia, Reino Unido, R√ļssia e Tail√Ęndia.

Em São Paulo, ocorre a relicitação de quatro usinas hidrelétricas hoje operadas pela Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig): Jaguara, São Simão, Miranda e Volta Grande. Juntas, elas têm capacidade de gerar 2.922 MegaWatts (MW) de energia.

Ganha a concess√£o quem oferecer o maior valor de outorga por cada uma das usinas. Outorga √© um montante pago pela empresa ao governo pelo direito de explorar um bem p√ļblico. O governo espera arrecadar R$ 11 bilh√Ķes com as 4 hidrel√©tricas.

Arrecadação e investimento

A arrecada√ß√£o abaixo da esperada neste ano, reflexo da recupera√ß√£o econ√īmica mais lenta que a estimada, obrigou o governo a bloquear despesas e elevar impostos sobre os combust√≠veis. A falta de recursos tamb√©m prejudicou servi√ßos p√ļblicos e levou o governo a pedir autoriza√ß√£o do Congresso para mudar a meta fiscal de 2017.

Inicialmente, o governo tinha autoriza√ß√£o para que seus gastos superassem as receitas com impostos e contribui√ß√Ķes (d√©ficit) em R$ 139 bilh√Ķes. Ap√≥s o pedido do governo,¬†esse teto para o rombo das contas p√ļblicas subiu para R$ 159 bilh√Ķes. O governo conta com os R$ 11 bilh√Ķes de outorga das hidrel√©tricas para cumprir essa meta.

Al√©m disso, o governo espera que os investimentos das empresas vencedoras dos dois leil√Ķes ajudem a acelerar o crescimento da economia, que ainda sofre efeitos da forte recess√£o dos dois anos anteriores, e a gerar empregos. A expectativa do governo √© que o Produto Interno Bruto (PIB) cres√ßa 0,5% em 2017.

Na semana passada, v√©spera do leil√£o, o presidente Michel Temer e ministros viajaram aos EUA e se reuniram com investidores. Em semin√°rio, o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse a empres√°rios que este √© o¬†“momento exato” de investir no Brasil.

No fim do m√™s passado, o governo federal anunciou uma¬†amplia√ß√£o do programa de concess√Ķes e privatiza√ß√Ķes, incluindo a Casa da Moeda, √≥rg√£o que confecciona as notas de real, al√©m de passaportes brasileiros, selos postais e diplomas.

De acordo com o Banco Central, o investimento estrangeiro no Brasil deve atingir US$ 80 bilh√Ķes em 2017, o que vai representar uma pequena alta em rela√ß√£o a 2016 (US$ 78,9 bilh√Ķes). O valor, por√©m, est√° abaixo do verificado em 2014, antes da recess√£o, quando atingiu US$ 97,2 bilh√Ķes.

 

Foto: Reprodução

Fonte: G1/UOL

PUBLICIDADE