PUBLICIDADE

7.0 - MANUALsaúde

Gel e escova de língua especializados eliminam o mau hálito

A halitose afeta homens e mulheres de todas as idades. Principalmente nos jovens, ela pode causar problemas psicológicos e sociais importantes. Para controlar esse problema, a EHM — empresa especializada na importação de produtos de qualidade “premium” e proprietária da CURAPROX no Brasil — traz ao país TUNG Brush e TUNG Gel, escova e gel que previnem e controlam mau hálito com ação sinérgica.

Gel e escova TUNG — De acordo com o Dr. Hugo Lewgoy, cirurgião-dentista e doutor pela USP, os produtos TUNG Brush e TUNG Gel desencadeiam um efeito sinérgico, em que a ação mecânica das cerdas da escova somada às substâncias ativas do gel inibem a formação desses gases de odor desagradável. “Com a decomposição dos gases que contêm moléculas de enxofre, o hálito torna-se naturalmente agradável e com um efeito de longa duração. A combinação dos produtos permite que os ingredientes ativos do produto atuem em conjunto e em concentrações muito baixas. Estas concentrações baixas evitam os efeitos secundários frequentemente associados à utilização destes ingredientes em concentrações elevadas”, explica.

A escova de perfil baixo e design circular evita o reflexo de ânsia e não causa desconfortos, segundo o especialista. “As cerdas são curtas e especialmente concebidas para penetrar nos nichos de retenção da língua e desalojar a placa bacteriana. O gel tem sabor refrescante e tem zinco na formulação para neutralizar os gases que causam o mau hálito”, explica Dr. Hugo. “O gel também auxilia na remoção da placa bacteriana da língua, pois é altamente solúvel em água, o que facilita a limpeza proporcionando sensação de hálito puro e fresco.”

Vantagens — O especialista afirma que os produtos levam vantagem com relação aos raspadores de língua e as escovas de dente. “As cerdas de TUNG Brush penetram nas reentrâncias da língua sem machucar, pois são curtas e firmes. Os raspadores podem machucar e não penetram nas fendas e fissuras da língua, enquanto as cerdas longas e macias das escovas de dentes não são capazes de esfregar a língua de forma eficaz”, compara.

Halitose — De acordo com o Dr. Hugo Lewgoy, em mais de 90% dos casos o problema tem origem na cavidade oral e não no estômago. A halitose pode ser dividida em duas categorias: endógena e exógena. “A halitose exógena resulta de fatores externos como o tabaco, álcool, alho, cebola e outros alimentos e condimentos, ao passo que a halitose endógena tem origem dentro da boca. Entre as principais causas da halitose endógena, pode-se citar: uma higiene deficiente dos dentes e língua, a presença de doenças gengivais (gengivite e periodontite), boca seca (xerostomia), presença de implantes ou próteses mal adaptadas e presença de aparelho ortodôntico”, explica. “Porém, dentre todas causas, essa halitose é provocada principalmente pela fermentação de um tipo de placa bacteriana que se deposita nas irregularidades da língua e, muitas vezes, não é percebida ou visualizada, daí a necessidade da escova de língua.”

 

Foto: Pixabay

PUBLICIDADE