PUBLICIDADE

carros & motos

Ford revela etapas do processo de criação dos carros

A Ford promoveu um evento de design para mostrar todas as etapas envolvidas na criação e desenvolvimento de seus novos carros globais, desde o esboço até o produto final, incluindo técnicas avançadas de pesquisa usadas durante a concepção e execução dos projetos.

Chamada “Ford Design Feeling”, a iniciativa tamb√©m trouxe experi√™ncias interativas in√©ditas, mostrando pela primeira vez no Brasil recursos como as vestimentas de simula√ß√£o de gravidez, terceira idade, uso de drogas e embriaguez, usadas pelos seus especialistas para pesquisar todos os aspectos e condi√ß√Ķes de uso dos ve√≠culos.

Com uma extensa linha de produtos, que inclui desde modelos de entrada até carros de luxo e alta performance, como Ka, New Fiesta, Focus, Fusion, EcoSport, Edge, Ranger e Mustang até o superesportivo GT, a Ford tem em sua história vários veículos que se tornaram ícones do design automotivo. Assim como os próprios carros, o processo de criação e desenvolvimento nessa área também passa por uma constante evolução, em busca das metas de qualidade, eficiência, segurança e sustentabilidade.

“No universo da cria√ß√£o, temos de levar em conta v√°rios fatores que v√£o muito al√©m da beleza das formas. Por isso, s√£o feitas constantes pesquisas com diversos perfis de pessoas e diferentes formas de condu√ß√£o.¬†O design de interior, por exemplo, deve considerar pessoas de diferentes tamanhos e condi√ß√Ķes f√≠sicas de modo a garantir a seguran√ßa, conforto e bem estar para todos e sempre tendo como foco o uso do produto no dia-a-dia do consumidor”, diz Matheus Demetrescu, gerente de Experi√™ncia do Usu√°rio da Ford.

ford-design-feeling-3

Etapas da criação

Até que a primeira unidade de um novo modelo deixe a linha de montagem, são necessários vários anos de pesquisa junto a consumidores de diferentes perfis. Retratada no espaço por meio de cartazes, em tamanho real, de personagens fictícios, esta primeira fase do desenvolvimento tem como objetivo suprir a premissa de todo novo produto: criar carros para atender os desejos e necessidades de pessoas.

Nesse cen√°rio, um time voltado para antecipar esses requisitos e identificar padr√Ķes de uso, chamado Marketing Estrat√©gico, entra em cena e, logo na sequ√™ncia, passa a bola para as equipes de design e de experi√™ncia do usu√°rio, que dar√£o vida ao novo ve√≠culo.

‚ÄúO Centro de Design da Ford Am√©rica do Sul, instalado em Cama√ßari, na Bahia, comanda diversos projetos globais, como o EcoSport e o Ka. Ele conta com profissionais que utilizam o estado da arte da tecnologia, incluindo avan√ßadas ferramentas de design, aliado √† criatividade, para o desenvolvimento de ve√≠culos‚ÄĚ, diz Fabio Sandrin, gerente de Design.

No segundo ambiente do Ford Design Feeling, batizado de Inspira√ß√Ķes, designers apresentaram as tend√™ncias de onde extraem ideias para as novas cria√ß√Ķes. ‚ÄúS√£o pe√ßas de arte, arquitetura, tecnologia, comportamento vestu√°rio e acess√≥rios. √Č um mundo de informa√ß√Ķes que absorvemos e a partir das quais damos vaz√£o √† criatividade‚ÄĚ, afirma Ad√≠lia Afonso, supervisora de Design da Ford Am√©rica do Sul.

A terceira estação, chamada Criação, revelou o processo de geração das ideias. Por meio de croquis, rabiscos e uma impressora 3D, que imprime pequenas peças desenhadas em computador, foi possível ver os primeiros esboços do que será o novo produto, incluindo a modelagem de um protótipo em argila, feita por um designer.

Para os participantes o espa√ßo ofereceu tamb√©m uma experi√™ncia interativa, de cria√ß√£o do acabamento do banco de um autom√≥vel. ‚Äú√Č uma forma de mostrar a infinidade de op√ß√Ķes que existem, tanto de materiais como de estilos e padr√Ķes, na escolha de tecidos, cores e recortes para a concep√ß√£o desse item. √Č um grande exerc√≠cio de criatividade‚ÄĚ, explica Ad√≠lia.

Na √ļltima etapa, Experi√™ncia do Usu√°rio, a Ford apresentou, pela primeira vez no Brasil, os trajes desenvolvidos em seus centros de pesquisas na Europa e nos Estados Unidos que simulam os efeitos da gravidez, da terceira idade, da embriaguez e de drogas para expor as dificuldades e limita√ß√Ķes de mobilidade destes motoristas.

Essas roupas foram criadas para permitir aos designers e engenheiros da Ford realizar testes e entender as necessidades das futuras mamães e pessoas idosas, gerando conhecimento para aumentar o conforto e a segurança dos veículos desde a concepção do seu projeto. De forma similar, os trajes que simulam os efeitos do álcool e drogas no motorista trazem elementos para conscientizar quem está ao volante dos riscos que estes efeitos podem causar.

Como exemplo pr√°tico de aplica√ß√£o desses conceitos e tecnologias, o evento exp√īs os novos modelos do Focus, Edge e Ranger. Um boneco tecnol√≥gico utilizado pela SAE Brasil, chamado ‚ÄúOscar‚ÄĚ, ilustra os testes de ergonomia e acomoda√ß√£o realizados durante o desenvolvimento dos carros.

PUBLICIDADE