PUBLICIDADE

sustentabilidade

SP terá novo Inventário Florestal da Vegetação Nativa do estado

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Arquivo Instituto Florestal de São Paulo) 

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente (SIMA) de S√£o Paulo contratou a empresa Geoambiente, especializada em solu√ß√Ķes de geotecnologia, para realizar um novo Invent√°rio Florestal da Vegeta√ß√£o Nativa do Estado de S√£o Paulo. O estudo, or√ßado em R$ 1,4 mi, foi viabilizado com recursos da C√Ęmara de Compensa√ß√£o Ambiental do Estado de S√£o Paulo.

O estudo, coordenado pelo Instituto Florestal, deve ser conclu√≠do em mar√ßo de 2020. At√© l√°, ser√£o apresentados balan√ßos trimestrais com os dados levantados para o documento. ‚ÄúO Invent√°rio serve de base para o planejamento de a√ß√Ķes sustent√°veis do governo, que garantam ao povo paulista mais qualidade de vida‚ÄĚ, explica o secret√°rio de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido.

O novo mapeamento servir√° de base para as a√ß√Ķes de licenciamento, fiscaliza√ß√£o, conserva√ß√£o e pesquisa ambiental. Os primeiros resultados ser√£o das regi√Ķes do Vale do Para√≠ba, Litoral Norte, Baixada Santista e Regi√£o Metropolitana de S√£o Paulo e ser√£o divulgados √† medida que estas regi√Ķes estiverem completamente mapeadas.

‚ÄúA expectativa desse novo mapeamento √© que ele mostre da forma mais fiel a realidade atual de nossa vegeta√ß√£o natural, que t√™m grande import√Ęncia para a manuten√ß√£o e recupera√ß√£o da biodiversidade e dos servi√ßos ecossist√™micos de nosso Estado‚ÄĚ, explica o pesquisador cient√≠fico do Instituto Florestal e coordenador do projeto, Marco Aur√©lio Nalon.

De acordo com o SIMA, ao longo dos anos, o Invent√°rio tem fornecido suporte cient√≠fico fundamental para embasamento de pol√≠ticas p√ļblicas setoriais, para orientar as estrat√©gias de preserva√ß√£o e restaura√ß√£o da biodiversidade nativa do Estado. No √ļltimo mapeamento, realizado em 2010, foi apontado que 17,5% do territ√≥rio paulista √© coberto por vegeta√ß√£o nativa.