PUBLICIDADE

brasil

Em meio a ‘boom’ de casos de dengue, Brasil recebe 750 mil doses de vacina para aplica√ß√£o pelo SUS

O Brasil recebeu o primeiro lote de vacinas contra a dengue para aplica√ß√£o pelo¬†Sistema √önico de Sa√ļde. O an√ļncio foi feito pelo¬†Minist√©rio da Sa√ļde. A remessa cont√©m 750 mil doses doadas pelo laborat√≥rio japon√™s Takeda.

Segundo o governo, as primeiras doses ser√£o destinadas para adolescentes de 10 a 14 anos que moram em cidades com mais de 100 mil habitantes. A defini√ß√£o do p√ļblico que receber√° as doses leva em conta taxas de transmiss√£o.

O n√ļmero de casos de dengue nas duas primeiras semanas de 2024¬†foi mais do que o dobro do registrado no mesmo per√≠odo do ano passado, segundo dados do Minist√©rio da Sa√ļde. Foram 55,8 mil casos prov√°veis.¬†Seis pessoas morreram por complica√ß√Ķes da doen√ßa.

As vacinas chegaram ao Brasil no aeroporto de Viracopos, em Campinas, e vão passar por um controle de qualidade.

Em seguida, ser√£o enviadas para o Minist√©rio da Sa√ļde, que far√° a distribui√ß√£o das doses para todo o Brasil.

  • Segundo a pasta,¬†as vacinas ser√£o destinadas a munic√≠pios com mais de¬†100 mil habitantes¬†com alta transmiss√£o da doen√ßa nos¬†√ļltimos dez anos, levando tamb√©m em conta altas taxas nos √ļltimos meses.

Os crit√©rios para distribui√ß√£o foram feitos em conjunto pelo Minist√©rio da Sa√ļde e estados e munic√≠pios, mas a lista das cidades contempladas s√≥ ser√° divulgada ap√≥s reuni√£o tripartite do Minist√©rio com o conselho de secret√°rios de sa√ļde de estados e munic√≠pios que acontecer√° em 1¬ļ de fevereiro em Bras√≠lia.

O governo brasileiro adquiriu 5,2 milh√Ķes de doses da vacina, limite estabelecido pela farmac√™utica Takeda neste ano de acordo com sua possibilidade de entrega. O primeiro lote das vacinas compradas ser√° de 570 mil doses e chegar√° ao pa√≠s em fevereiro.

A estimativa do governo √© de que cerca de 3,2 milh√Ķes de pessoas ser√£o vacinadas em 2024.

Abaixo, veja as respostas para as principais d√ļvidas sobre o imunizante.

O que é a Qdenga e como ela age?

A Qdenga (TAK-003) é um imunizante contra a dengue desenvolvido pelo laboratório japonês Takeda Pharma. O registro do imunizante foi aprovado pela Anvisa em março de 2023.

A vacina contém vírus vivos atenuados da dengue. Por isso, ela induz respostas imunológicas contra os quatro sorotipos do vírus da dengue.

Quem pode se vacinar com a Qdenga?

De acordo com a Anvisa, a Qdenga é indicada para pessoas de 4 a 60 anos. Não foram feitos estudos para avaliar a eficácia da vacina em pessoas com mais de 60 anos.

Além disso, podem se vacinar com a Qdenga tanto quem já teve dengue, quanto quem nunca foi infectado. Essa é a primeira vacina liberada no país para pessoas que nunca entraram em contato com o vírus da dengue.

Mas não podem ser imunizados com a vacina quem tem alergia a algum dos componentes, quem tem o sistema imunológico comprometido ou alguma condição imunossupressora, ou gestantes e lactantes.

A Qdenga vai ser aplicada de graça?

Desde a aprovação pela Anvisa em março de 2023, clínicas particulares passaram a disponibilizar a vacina Qdenga para seus consumidores.

A Qdenga tem efeitos colaterais?

Os estudos cl√≠nicos mostraram que pode haver rea√ß√Ķes, geralmente, dentro de dois dias ap√≥s a inje√ß√£o. As rea√ß√Ķes registradas foram de gravidade leve a moderada e duraram de 1 a 3 dias.

🚨 Aten√ß√£o: essas rea√ß√Ķes N√ÉO tornam o imunizante contraindicado se aplicado no p√ļblico correto.

Foram relatadas com maior frequência:

  • dor no local da inje√ß√£o (50%);
  • dor de cabe√ßa (35%);
  • dor muscular (31%);
  • vermelhid√£o no local de inje√ß√£o (27%);
  • mal-estar (24%);
  • fraqueza (20%); e
  • febre (11%).

As rea√ß√Ķes s√£o menos frequentes ap√≥s a segunda dose da Qdenga.

Por G1/Sa√ļde // Foto: TV Globo/Reprodu√ß√£o