PUBLICIDADE

s√£o paulo

Doria pede que popula√ß√£o evite aglomera√ß√Ķes no feriado

O governador de S√£o Paulo, Jo√£o Doria, recomendou hoje (9) que a popula√ß√£o paulista mantenha os cuidados de distanciamento social, de higiene e de uso obrigat√≥rio de m√°scara durante o feriado prolongado da padroeira do Brasil, celebrado na pr√≥xima segunda-feira (12). Segundo Doria, as pessoas devem¬† evitar aglomera√ß√Ķes, j√° que o v√≠rus ainda est√° circulando pelo pa√≠s.

“O v√≠rus est√° a√≠ e vai continuar presente. Se as pessoas se aglomerarem na praia, no cal√ßad√£o, na pra√ßa, no parque, em casa, o risco √© a retomada da for√ßa do v√≠rus”, alertou Doria. ‚ÄúPodemos desfrutar o feriado prolongado, mas com cuidado para proteger a sua vida, as vidas de seus familiares e amigos. O v√≠rus n√£o escolhe v√≠tima, idade, sexo ou condi√ß√£o socioecon√īmica‚ÄĚ, acrescentou o governador.

A Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), as concessionárias, a Secretaria Estadual de Logística e Transportes e o Departamento de Estradas e Rodagem (DER), por meio de um comunicado conjunto, pediram para que a população do estado evite viagens desnecessárias durante o feriado para evitar exposição ao risco de contaminação por covid-19.

‚ÄúA orienta√ß√£o do governo paulista √© pela manuten√ß√£o da quarentena. Por isso, todas as nossas a√ß√Ķes e as nossas campanhas t√™m o objetivo de conscientizar a popula√ß√£o para que viaje somente em casos essenciais‚ÄĚ, disse Priscila Ungaretti, secret√°ria-executiva da Secretaria Estadual de Log√≠stica e Transportes.

Balanço

Segundo balan√ßo divulgado hoje (9) pela Secretaria Estadual da Sa√ļde de S√£o Paulo, o estado tem, at√© o momento, 1.028.190 casos confirmados do novo coronav√≠rus (covid-19), com 37.068 mortes.

Do total de casos diagnosticados, 900.264 pessoas j√° est√£o recuperadas.

Há 3.489 pessoas internadas em estado grave em todo o estado em casos suspeitos ou confirmados do novo coronavírus, além de 4.749 pessoas internadas em enfermarias. A taxa de ocupação de leitos de unidades de terapia intensiva (UTI) é de 43,2% no estado e de 42,2% na Grande São Paulo.

Edição: Fernando Fraga/AB

PUBLICIDADE