PUBLICIDADE

s√£o paulo

Com autorização judicial, Alexandre Nardoni e Anna Jatobá são padrinhos em casamento

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatob√°,¬†condenados pela morte da menina Isabella Nardoni, mostraram que seguem firmes e fortes com o relacionamento. O¬†casal obteve uma autoriza√ß√£o judicial e p√īde comparecer a um casamento, como padrinhos, na √ļltima sexta-feira (15), na Zona Norte de S√£o Paulo. Na ocasi√£o, ele estava em sa√≠da tempor√°ria. J√° a esposa¬†segue cumprindo o regime aberto¬†desde junho de 2023.

Conforme o jornalista Ulisses Campbell, que assina a coluna ‚ÄúTrue Crime‚ÄĚ, no jornal ‚ÄúO Globo‚ÄĚ, o casamento ocorreu √†s 20h no Buffet Espa√ßo Tenorno Parque Mandaqui. Assim, o casal recebeu a devida autoriza√ß√£o para estar em um evento noturno, per√≠odo em que normalmente precisam estar recolhidos em casa, conforme as regras da Lei de Execu√ß√£o Penal. Por√©m, foram proibidos de fazer o consumo de bebidas alco√≥licas.

Segundo Campbell, os noivos escreveram uma carta, que foi remetida à Justiça para a liberação de Alexandre e Anna Carolina.

‚ÄúEu e meu futuro esposo iremos nos casar no dia 15/03/2024, a partir das 20 horas. Convidamos Alexandre Alves Nardoni e sua esposa, Anna Carolina Trotta Peixoto Jatob√°, para serem nossos padrinhos de casamento. A presen√ßa deles seria importante demais para n√≥s por ser um momento √ļnico e especial em nossas vidas‚ÄĚ, diz um trecho do pedido.

O Minist√©rio P√ļblico se posicionou contra a libera√ß√£o do casal para o casamento e ainda solicitou que Anna Carolina passasse a ser monitorada por meio de tornozeleira eletr√īnica. Por√©m, a Justi√ßa autorizou a ida ao casamento e descartou a necessidade de uso do equipamento.

Imagens da cerim√īnia exibidas pelo SBT e RecordTV mostraram que Anna Carolina, que teria feito uma harmoniza√ß√£o facial recentemente, compareceu usando um vestido azul claro e cabelos com mechas loiras. J√° Alexandre usava um terno, colete e gravata em azul, com a camisa branca.

Na segunda-feira (18), o homem, condenado a 30 anos, 2 meses e 20 dias de prisão pela morte da filha, Isabella, voltou para a Penitenciária de Tremembé, no interior paulista, quando encerrou a saída temporária. A partir de abril deste ano, Alexandre também poderá pedir a progressão de pena para o regime aberto, assim como Anna Carolina.

Mas isso depende de um exame criminológico, que ele se recusa a fazer, já que teria que assumir o crime. Até hoje, Alexandre alega inocência.

Vida de luxo de Jatob√°

Sentenciada a 26 anos e oito meses pela morte da enteada Isabella Nardoni, Anna Carolina Jatobá leva uma vida praticamente normal, com direito a viagens de férias e eventos sociais, desde que passou para o regime aberto.

Pelas normas, ela deveria trabalhar todos os dias, permanecer em casa entre as 20h e as 6h da manhã, e não sair aos finais de semana e feriados. Tais regras inclusive são mais rígidas para o caso já que sua ficha criminal é devida a autoria de um crime hediondo. Porém, ela já obteve algumas regalias.

No √ļltimo dia dia 3 de fevereiro, ela participou da cerim√īnia de formatura de seu filho mais velho, de 19 anos, que aconteceu √†s 21h na Zona Leste de S√£o Paulo. Para ir ao evento, ela teve uma autoriza√ß√£o assinada pela ju√≠za Nidea Rita Coltro Sorci, ap√≥s parecer favor√°vel do Minist√©rio P√ļblico diante do pedido da condenada.

Na ocasi√£o, o promotor Alfredo Mainardi Neto alegou que o pedido era devido a ‚Äúuma situa√ß√£o excepcional e devidamente justificada‚ÄĚ por envolver a participa√ß√£o da condenada na vida do filho.

J√° em dezembro de 2023 ela solicitou autoriza√ß√£o para passar as f√©rias em um condom√≠nio de luxo no Guaruj√°. Novamente alegando querer recuperar o v√≠nculo com os filhos, os advogados entraram com o pedido de autoriza√ß√£o para uma viagem de 30 dias, que inicialmente n√£o foi acatado pelo Minist√©rio P√ļblico. Apesar disso, o pedido e os argumentos foram aceitos pela Justi√ßa e Anna Carolina passou 30 dias de f√©rias no litoral paulista.

J√° no dia 28 de fevereiro deste ano, ela tamb√©m recebeu permiss√£o para participar do vel√≥rio de sua sogra, Maria Aparecida Alves Nardoni, que faleceu aos 67 anos. Na ocasi√£o, Anna Carolina virou not√≠cia por visitar o t√ļmulo de Isabella Nardoni no Cemit√©rio Parque dos Pinheiros, mesmo local em que compareceu ao sepultamento da sogra.

Assim estaria Isabella Nardoni, com 19 anos, se ainda estivesse ainda
Morte de Isabella Nardoni

Isabella Nardoni tinha cinco anos quando foi jogada pelo pai e pela madrasta da janela de um apartamento que ficava no sexto andar do Edifício London, no dia 29 de março de 2008, segundo a Justiça.

Inicialmente eles alegaram que foi uma queda acidental, mas a investigação apurou que a criança apresentava marcas de que tinha sido agredida e morta antes de ser arremessada.

O Minist√©rio P√ļblico destacou durante o julgamento do casal que as provas periciais obtidas pela Pol√≠cia Civil n√£o deixavam d√ļvidas sobre a autoria do assassinato. A acusa√ß√£o destacou que a madrasta esganou Isabella e, em seguida, o casal cortou a tela de prote√ß√£o da janela e o pai jogou o corpo da crian√ßa.