PUBLICIDADE

política

Brasil tem mais de mil mortes por dengue em investigação

Autoridades sanit√°rias confirmaram 363 mortes por dengue no Brasil em 2024. H√° ainda 763 √≥bitos em investiga√ß√£o e que podem ter sido causados pela doen√ßa, totalizando 1.126 mortes confirmadas ou suspeitas at√© o momento. Os dados ‚Äď divulgados hoje (11), em Bras√≠lia -s√£o do Painel de Monitoramento das Arboviroses do Minist√©rio da Sa√ļde.

At√© a √ļltima sexta-feira (8), quando os dados foram atualizados, o pa√≠s contabilizava 1.342.086 casos de dengue e um coeficiente de incid√™ncia da doen√ßa de 660,9 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

Entre os casos prov√°veis, 55,5% s√£o de mulheres e 44,5% de homens. A faixa et√°ria dos 30 aos 39 anos segue respondendo pelo maior n√ļmero de ocorr√™ncias de dengue no pa√≠s, seguida pelo grupo de 40 a 49 anos e de 50 a 59 anos.

Minas Gerais lidera em n√ļmero absoluto de casos prov√°veis (464.223) entre os estados. Em seguida, est√£o S√£o Paulo (238.993), Paran√° (128.247) e o Distrito Federal (122.348). Quando se considera o coeficiente de incid√™ncia, o Distrito Federal aparece em primeiro lugar, com 4.343 casos por 100 mil habitantes, seguido por Minas Gerais (2.260), Esp√≠rito Santo (1.270) e Paran√° (1.120).

Emergência

A explos√£o de casos de dengue fez com que pelo menos oito unidades da federa√ß√£o decretassem emerg√™ncia em sa√ļde p√ļblica: Acre, Distrito Federal, Goi√°s, Rio de Janeiro, Esp√≠rito Santo, Santa Catarina, S√£o Paulo e Minas Gerais.

A medida facilita acesso a recursos federais e agiliza processos voltados ao combate da doença.

arte dengue
Arte/Agência Brasil

Edição: Kleber Sampaio