PUBLICIDADE

3.0 - NEGÓCIOS7.0 - MANUALtecnologia

Aplicativo de emprego reduz emissão de CO² no ar

O setor de transportes responde por cerca de 20% das emissões de CO² no mundo. No Brasil, é responsável por 9%, de acordo com Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). Para diminuir o impacto disso no meio ambiente e na saúde da população, empresas de tecnologia vêm trabalhando para reduzir as distâncias e melhorar a forma como a sociedade se relaciona com a mobilidade nos grandes centros urbanos.

A plataforma de georecrutamento Emprego Ligado faz parte dessa geração de empresas preocupadas em melhorar o trânsito e a qualidade de vida das pessoas. Ao conectar profissionais às oportunidades mais próximas de sua casa, o aplicativo ajuda a diminuir em torno de 1.7 toneladas de gás carbônico na atmosfera de São Paulo, por ano.

“Isso é possível porque reduzimos, em média, 4 km a distância percorrida por pessoa, no trajeto entre casa e trabalho”, explicou Jacob Rosenbloom, CEO da Emprego Ligado. “Dessa forma, o profissional usa menos o transporte público nos seus deslocamentos diários, o que contribui para uma melhora da qualidade de vida de toda a população.”

De acordo com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), o transporte individual responde, em média, por 35% das viagens motorizadas, sendo responsável por quase 60% das emissões de dióxido de carbono. Em segundo lugar, aparece o transporte público coletivo, responsável por mais de 60% das viagens nas cidades, com 25% das emissões totais.

A falta de planejamento do transporte urbano é a principal razão para a insustentabilidade do trânsito nas cidades. As medidas tradicionais, como aumento da capacidade viária, se mostram cada vez mais ineficazes porque estimulam o uso do carro, gerando mais intensidade no tráfego e alimentando um ciclo vicioso, responsável pela degradação do meio ambiente e pela redução da qualidade de vida urbana.

“Além de diminuir o impacto ambiental, o georecrutamento melhora a mobilidade urbana ao diminuir os deslocamentos diários dentro da cidade”, disse Rosenbloom. “Outro estudo elaborado pela Emprego Ligado demonstra que profissionais que se deslocam menos no trajeto entre casa e trabalho podem economizar até 20 dias de folga por ano”.

PUBLICIDADE