PUBLICIDADE

7.0 - MANUALtecnologiaviagem

5 motivos para ter um software de gest√£o de viagens corporativas

Segundo o Professor Doutor em Economia de Turismo, Hildemar Brasil, o segmento de viagens corporativas no Brasil vem com um crescimento acumulado de 46%, no per√≠odo entre 2011 e 2015. O impacto direto na economia gerado pelas viagens corporativas foi de R$ 70,57 bilh√Ķes em 2015.

Diante de n√ļmeros t√£o expressivos, sua gest√£o de viagens corporativas se torna uma atividade estrat√©gica dentro da empresa. E para que isso aconte√ßa, √© necess√°ria mais velocidade em reservas de passagens a√©reas e hot√©is, por exemplo, al√©m de ser mais eficiente no controle para redu√ß√£o dos custos e dispor de um concilia√ß√£o financeira ser mais assertiva com essas despesas.

A boa notícia é que todos esses processos podem ser melhorados. Para ter o controle total do início ao fim de cada viagem, o gestor pode adotar um software de gestão de viagens corporativas.

 

Mas quais s√£o as vantagens que um sistema como esse pode gerar para as empresas?

 

1) Atendimento à política de viagens

Uma ferramenta de self-booking e de gestão de viagens corporativas permite definir e incluir a política das viagens com a antecedência mínima para criação de reservas, permitindo períodos distintos para passagens nacionais e internacionais. Caso seja definida uma política mais restrita e ela não seja respeitada pelo colaborador, a reserva simplesmente não poderá ser efetuada.

 

2) Aprovação de viagem seguindo regras preestabelecidas

A aprova√ß√£o das reservas s√≥ ser√° realizada se respeitadas as regras preestabelecidas que podem ser sincronizadas na ferramenta como, por exemplo, hor√°rios de voos, pre√ßos, companhias a√©reas, hot√©is e locadoras de carro. Qualquer desvio precisa ser justificado, permitindo √† empresa um controle mais efetivo sobre os custos gerados. Al√©m disso, um fluxo de aprova√ß√£o √© determinado, e as solicita√ß√Ķes s√≥ ser√£o concretizadas ap√≥s as devidas aprova√ß√Ķes.

 

3) Controle e relacionamento com agências de viagens

A utilização do de um sistema de gestão de viagens corporativas permite que o gestor consiga identificar as despesas de cada viagem realizada pelo colaborador do projeto Y e do centro de custo Z, sem erros de conciliação com o financeiro. Isso permite que a empresa mantenha um relacionamento mais estratégico com as agências de viagens, voltado à consultoria e melhora nas estratégias de compra de passagens e hospedagem, por exemplo.

 

4) Emiss√£o de passagens por meio de self-ticket

Com o self-ticket, todos os processos de realiza√ß√£o das viagens de neg√≥cios est√£o automatizados. Toda atividade de pesquisa de voos e hot√©is, reserva on-line diretamente no banco de dados da companhia a√©rea ou rede hoteleira, autoriza√ß√£o eletr√īnica com verifica√ß√£o autom√°tica do cumprimento da pol√≠tica de viagem assim como a emiss√£o de bilhetes a√©reos e vouchers dos hot√©is, ser√£o realizadas pelo pr√≥prio colaborador.

 

5) Gest√£o de bilhetes n√£o voados

Quando alguém não utiliza uma passagem, a companhia aérea disponibiliza um crédito no nome do passageiro. Esse valor pode ser usado para novas compras ou pedido como reembolso. Utilizar um software de gestão de viagens corporativas  permite fazer, a cada compra, uma varredura dos bilhetes não voados e, se existentes, utilizar este crédito nas novas compras. Saber disso pode ser determinante para equilibrar o orçamento de viagens da sua empresa.

Um software de gest√£o de viagens corporativas n√£o somente faz a diferen√ßa no ato de prepara√ß√£o da viagens, mas tamb√©m auxilia na concilia√ß√£o financeira (gastos com alimenta√ß√£o e transporte) no retorno da viagem. Com isso, o gestor tem o controle total das viagens realizadas pela companhia e assim, pode tomar decis√Ķes mais assertivas objetivando a redu√ß√£o de custos.

 

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE