High TechSmartphones e Eletrônicos

Uso de tablets melhora atendimento ao cliente, aponta pesquisa

 - REVISTA MAISJR

Dois terços (66%) dos vendedores de varejo acreditam que possuir ferramentas como tablets e computadores melhora o atendimento ao cliente no momento compra.  O dado foi revelado na 11ª Pesquisa Global de Consumidores da Zebra Technologies Corporation (NASDAQ: ZBRA). O levantamento, que incluiu aproximadamente 4.725 compradores, 1.225 trabalhadores de varejo e 430 tomadores de decisão da América do Norte, América Latina, Ásia-Pacífico, Europa e Oriente Médio, analisa as atitudes, opiniões e expectativas dos compradores, funcionários e tomadores de decisões no setor de varejo

O estudo mostra que a maioria dos tomadores de decisão da indústria (83%) e funcionários das lojas (74%) concordam que os consumidores podem ter uma experiência melhor se os vendedores estiverem equipados com tecnologia.  Outro ponto interessante levantado é que 28% dos funcionários expressam dificuldade em ter informações em tempo real para orientar os fregueses.

Em contrapartida, outro dado que desperta atenção é que apenas 13% dos clientes que participaram do estudo acreditam que os lojistas protegem suas informações pessoais. “As expectativas dos consumidores continuam a crescer”, afirma Shirley Klein, Gerente de Marketing da Zebra Technologies Brasil. “Embora os varejistas estejam lidando com os desafios de conformidade, eles também precisam oferecer uma experiência de compra mais confiável e personalizada que dê aos clientes o que eles querem, quando, onde e como eles preferem”, avalia.

O estudo também identificou diferentes expectativas relacionadas ao impacto da automação entre varejistas e seus funcionários. Quase 80% dos tomadores de decisão do varejo – em comparação com 49% dos trabalhadores – concordam que os caixas (ou PDVs) estão se tornando menos necessários, graças às tecnologias que permitem automatizar o processo de pagamento. Mais da metade dos tomadores de decisão (52%) já estão convertendo essas áreas em espaços de autosserviço para pagamentos e 62% as substituíram por espaços onde os pedidos feitos on-line podem ser finalizados.

Por fim, 51% dos consumidores considera que eles estão mais conectados a seus smartphones do que os próprios funcionários da loja. Assim, para reduzir essa percepção no mercado, os varejistas estão investindo em tecnologia de ponta – cerca de 60% deles planejam aumentar em mais de 6% seus investimentos em computadores móveis nos próximos anos. Além disso, 21% dos entrevistados planejam investir mais de 10% em tablets robustos nos próximos três anos.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista