2.0 // dossiê2.5 // brasil

Subtenente é morto executado na manhã desta segunda (02) na Zona Norte do Rio

Um subtenente da Polícia Militar foi morto a tiro, no início da manhã desta segunda-feira, quando estava num posto de gasolina na Estrada Intendente Magalhães, em Campinho, na Zona Norte do Rio. Marcílio de Melo Ferreira, de 54 anos, ainda chegou a ser levado para o Hospital estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes, também na Zona Norte, por sua esposa, mas não resistiu aos ferimentos.

O subtenente estava abastecendo sua Kombi quando três suspeitos anunciaram um assalto ao local. O trio percebeu que o agente estava armado e começou a agredi-lo. Durante a briga, a arma de Marcílio foi tomada por um dos suspeitos que a usou para atirar. Marcílio foi atingido por um disparo na cabeça.

Os suspeitos fugiram e foram localizados momentos depois por uma equipe do 9º BPM (Rocha Miranda) que fazia um patrulhamento na Intendente Magalhães. Com eles — que têm 17 anos — foi encontrada a pistola do subtenente. Os menores foram encaminhados para a Delegacia de Homicídios (DH) da Capital, que fez uma perícia no local do crime e ficará responsável pelas investigações.

Marcílio é o 31º policial militar morto no Estado do Rio somente em 2018. Em nota, a PM lamentou o assassinato e informou que o subtenente estava na corporação desde 1987. Ele era casado e deixa seis filhos.

Fonte: Extra

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista