PUBLICIDADE

7.0 - manualtecnologia

Smartphones terão sensor de digital integrado à tela

De acor¬≠do com a Exame.com, a pub¬≠li¬≠ca√ß√£o havia apos¬≠ta¬≠do em uma tend√™n¬≠cia de design para smart¬≠phones em 2017: as ‚Äútelas infini¬≠tas‚ÄĚ, que v√£o de pon¬≠ta a pon¬≠ta nos smart¬≠phones. Sam¬≠sung e Apple ado¬≠taram esse desen¬≠ho, no Galaxy S8 e no iPhone X.

Essa mudança traz um prob­le­ma cen­tral: o que faz­er com os sen­sores de dig­i­tais que, tradi­cional­mente, ocu­pam a porção frontal dos smart­phones?

A solu√ß√£o da Apple, como voc√™ deve lem¬≠brar, foi colo¬≠car o FaceID, um con¬≠jun¬≠to de sen¬≠sores de pon¬≠ta que recon¬≠hece a face do dono do smart¬≠phone e destra¬≠va para uso. A Sam¬≠sung, por sua vez, foi mais prag¬≠m√°ti¬≠ca e deslo¬≠cou o sen¬≠sor para a parte traseira‚ÄĒsolu√ß√£o comum entre alguns Androids.

Mas uma novi¬≠dade prom¬≠ete mudar esse jogo. A Synap¬≠tics, empre¬≠sa de solu√ß√Ķes de inter¬≠face por toque, anun¬≠ciou que obteve bons resul¬≠ta¬≠dos no desen¬≠volvi¬≠men¬≠to de um sen¬≠sor de dig¬≠i¬≠tais inte¬≠gra¬≠do ao vidro da tela, tec¬≠nolo¬≠gia que bati¬≠zou de Clear ID.

Mais do que isso. No an√ļn¬≠cio, a Synap¬≠tics afir¬≠ma que j√° tem um primeiro cliente e que far√° demon¬≠stra√ß√Ķes em janeiro. A empre¬≠sa n√£o con¬≠fir¬≠ma quem usar√° a sua nova tec¬≠nolo¬≠gia, mas diz ser uma das cin¬≠co maiores fab¬≠ri¬≠cantes de smart¬≠phones.

A lista de maiores fab¬≠ri¬≠cantes da IDC, con¬≠sul¬≠to¬≠ria de mer¬≠ca¬≠do, tem: Sam¬≠sung, Apple, Huawei, Oppo, e Vivo. O an√ļn¬≠cio n√£o faz nem um pouco o esti¬≠lo da Apple, que pode ser reti¬≠ra¬≠da da lista. Sobram a Sam¬≠sung e out¬≠ras tr√™s fab¬≠ri¬≠cantes da Chi¬≠na.

Infor¬≠ma√ß√Ķes da impren¬≠sa estrangeira relatam que a Sam¬≠sung tra¬≠bal¬≠hou em con¬≠jun¬≠to com a Synap¬≠tics para usar o sen¬≠sor ‚Äúinvis√≠v¬≠el‚ÄĚ, mas teve de voltar atr√°s de √ļlti¬≠ma hora.

A tendên­cia, por­tan­to, é que o Galaxy S9, próx­i­mo topo de lin­ha da empre­sa, con­te com essa tec­nolo­gia. O nome mais prováv­el para uma parce­ria com a Synap­tics, então, seria a Sam­sung.

Mes¬≠mo assim, alguns relatos afir¬≠mam que a Sam¬≠sung se afas¬≠tou da Synap¬≠tic¬≠sre¬≠cen¬≠te¬≠mente. N√£o seria sur¬≠pre¬≠sa a chega¬≠da do sen¬≠sor pelas m√£os de algu¬≠ma fab¬≠ri¬≠cante chi¬≠ne¬≠sa, como a Xiao¬≠mi, que foi uma das pre¬≠cur¬≠so¬≠ras das ‚Äútelas infini¬≠tas‚ÄĚ, ou Huawei, que tem impres¬≠sion¬≠a¬≠do com alguns smart¬≠phones.

Vantagens

Pelas m√£os de uma ou de out¬≠ra, o fato √© que, caso a tec¬≠nolo¬≠gia fun¬≠cione t√£o bem quan¬≠to a Synap¬≠tics diz, ela deve se espal¬≠har entre os smart¬≠phones topo de lin¬≠ha anun¬≠ci¬≠a¬≠dos entre 2018 e 2019‚Äďe, even¬≠tual¬≠mente, deve chegar a pro¬≠du¬≠tos da gama inter¬≠medi√°ria.

No tex¬≠to de an√ļn¬≠cio, a Synap¬≠tics chega a citar tec¬≠nolo¬≠gias de leitu¬≠ra facial, assim como a que a Apple usa em seu novo iPhone X. ‚ÄúO Clear ID √© mais r√°pi¬≠do do que alter¬≠na¬≠ti¬≠vas bio¬≠m√©tri¬≠c¬≠as como o 3D facial‚ÄĚ, escreve a empre¬≠sa. Out¬≠ro bene¬≠f√≠¬≠cio seria que a tec¬≠nolo¬≠gia fun¬≠ciona com dedos ‚Äúmol¬≠ha¬≠dos, sec¬≠os e gela¬≠dos‚ÄĚ. A empre¬≠sa afir¬≠ma que √© pos¬≠s√≠v¬≠el faz¬≠er a aut¬≠en¬≠ti¬≠ca√ß√£o ao posi¬≠cionar o dedo em qual¬≠quer √Ęngu¬≠lo.

‚ÄúCon¬≠sum¬≠i¬≠dores pref¬≠er¬≠em aut¬≠en¬≠ti¬≠ca√ß√£o por dig¬≠i¬≠tal na frente do tele¬≠fone e com a ind√ļs¬≠tria rap¬≠i¬≠da¬≠mente mudan¬≠do para telas infini¬≠tas sem bor¬≠das e OLED, o sub¬≠sti¬≠tu¬≠to nat¬≠ur¬≠al para o sen¬≠sor de dig¬≠i¬≠tais √© o pr√≥prio dis¬≠play‚ÄĚ, diz Kevin Bar¬≠ber, vice-pres¬≠i¬≠dente s√™nior e ger¬≠ente da divis√£o mobile da Synap¬≠tics, em comu¬≠ni¬≠ca¬≠do.

A empre¬≠sa prom¬≠ete demon¬≠stra√ß√Ķes da tec¬≠nolo¬≠gia na feira CES, que acon¬≠tece em Las Vegas em Janeiro.

Fonte: Exame

Foto: PeopleImages/iStock

PUBLICIDADE