2.0 // dossiê2.5 // brasil

Rio registra sete casos de roubos em fevereiro

Em fevereiro deste ano, quando foi iniciada a intervenção federal na segurança pública do Rio, sete motoristas tiveram os seus veículos roubados a cada hora no estado. Foram 171 casos por dia, num total de 4.792 em todo o mês. Os índices foram divulgados nessa segunda-feira pelo Instituto de Segurança Pública (ISP). A área com maior aumento foi a do 18º BPM (Jacarepaguá): os casos saltaram de 30 em fevereiro do ano passado para 92 no mesmo mês deste ano, ou seja, três roubos por dia.

Já Botafogo e Tijuca, nas Zonas Sul e Norte da cidade, respectivamente, ficaram em 2º e 3º lugar. As três áreas que registraram os maiores aumentos no estado estão na capital. O município, no entanto, ficou em segundo lugar no aumento de roubos de carros, em relação a outras regiões do estado, na comparação entre os meses de fevereiro deste ano e de 2017. O crescimento foi de 16,9%: 2.022 em 2018 contra 2.364 no ano passado.

O interior do estado encabeça a lista, com um crescimento de 44%. A área do 33º BPM (Angra dos Reis) foi a que teve o maior aumento na região: 17 casos (2017) contra 30 (2018), um salto de 76%.

Os números mostram que a intervenção federal não tem conseguido reduzir os índices de criminalidade no estado.No fim do mês passado, o EXTRA já havia revelado esse quadro. Um levantamento feito com base em registros de ocorrências de todas as delegacias da capital fluminense, entre 16 de fevereiro, quando o presidente Michel Temer assinou o decreto de intervenção, e 16 de março revela que os homicídios, roubos de carros e roubos de cargas aumentaram em relação ao mesmo período de 2017.

Autos de resistência aumentaram 17,6% em todo o estado do Rio

As mortes decorrentes de oposição à intervenção policial (ou autos de resistência) saltaram 17,6% na comparação de fevereiro de 2018 com o mesmo mês de 2017. Em números absolutos, passaram de 85 para 100casos. Só na Baixada Fluminense, região com mais registros, foram 42 anotações. A capital foi a única região que registrou queda: de 44 em fevereiro do ano passado para 27 este ano. Se comparada a soma de janeiro e fevereiro, os números de todo o estado cresceram de 183 para 254.

Crimes violentos, entretanto, apresentaram redução este ano. Os homicídios dolosos caíram 13,1% em fevereiro — foram 66 casos a menos que os 503 do ano passado. Os registros de latrocínios (roubos com resultado morte) passaram de 26 para 21 em fevereiro de 2018. A letalidade violenta, que soma homicídio doloso, latrocínio, autos de resistência e lesão corporal seguida de morte, caiu 9,2% em fevereiro e 0,9% no acumulado.

O ISP não fez comparação dos crimes de rua, como o roubo a pedestres e de celular, devido à greve de policiais civis entre janeiro e abril de 2017, que provocou atípica subnotificação no período.

Fonte: Extra

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista