PUBLICIDADE

mundo

Ricky Martin afirma ser ‚Äúalvo‚ÄĚ de preconceito nos EUA

Os in√ļmeros protestos nos Esta¬≠dos Unidos fiz¬≠er¬≠am Ricky Mar¬≠tin se posi¬≠cionar sobre o tema. Al√©m de postar v√°rios con¬≠te√ļ¬≠dos con¬≠tra o racis¬≠mo em seu Insta¬≠gram na √ļlti¬≠ma sem¬≠ana, o can¬≠tor afir¬≠mou ser alvo de diver¬≠sos pre¬≠con¬≠ceitos no pa√≠s norte-amer¬≠i¬≠cano, por ser lati¬≠no, homos¬≠sex¬≠u¬≠al e casa¬≠do com um homem √°rabe, Jwan Yosef, de origem s√≠ria e nacional¬≠i¬≠dade sue¬≠ca. Ele, entre¬≠tan¬≠to, afir¬≠mou que a sua roti¬≠na de tra¬≠bal¬≠ho o aca¬≠ba, de cer¬≠ta for¬≠ma, blin¬≠dan¬≠do.

‚ÄúEu vivo o pre¬≠con¬≠ceito todos os dias. N√£o de for¬≠ma t√£o expos¬≠ta porque vivo em casa, tran¬≠qui¬≠lo, e saio daqui dire¬≠to para tra¬≠bal¬≠har. Mas vive¬≠mos aqui (nos EUA) e escu¬≠ta¬≠mos as hist√≥rias, sen¬≠ti¬≠mos. Descer do car¬≠ro para tomar um caf√© pode ser perigoso‚ÄĚ, afir¬≠mou o can¬≠tor, em entre¬≠vista ao pro¬≠gra¬≠ma de TV ‚ÄúSuelta la Sopa‚ÄĚ.

‚ÄúVeja, eu sou um homem lati¬≠no, homos¬≠sex¬≠u¬≠al, casa¬≠do com um homem √°rabe e viven¬≠do nos Esta¬≠dos Unidos. Ou seja, eu sou uma amea√ßa para esta gente (pre¬≠con¬≠ceitu¬≠osos), de cer¬≠ta for¬≠ma‚ÄĚ, com¬≠ple¬≠tou.

Ricky Mar¬≠tin vive com o mari¬≠do e os qua¬≠tro fil¬≠hos em uma man¬≠s√£o em Los Ange¬≠les, na Cal¬≠if√≥r¬≠nia. O famoso disse que, quan¬≠do mais jovem, n√£o acred¬≠i¬≠ta¬≠va que os Esta¬≠dos Unidos tin¬≠ham um pre¬≠con¬≠ceito t√£o latente.  Para o por¬≠to-riquen¬≠ho, o pa√≠s pre¬≠cisa de mais amor para por fim a esse prob¬≠le¬≠ma.

‚ÄúEu n√£o cresci pen¬≠san¬≠do que os EUA eram assim. Mas os EUA j√° eram assim. O que acon¬≠tece √© que ago¬≠ra temos c√Ęmeras e podemos ver (o racis¬≠mo). N√≥s, como cidad√£os, podemos gravar a injusti√ßa e nos eno¬≠jar. Eu ensi¬≠no aos meus fil¬≠hos sobre o amor. Em casos como este, temos de falar de amor. Temos de falar de amor. N√£o impor¬≠ta a quem voc√™ ame, n√£o impor¬≠ta de onde ven¬≠ha, sua classe social, sua cor de pele‚Ķ O que adoece √© ter de falar isso. Parece men¬≠ti¬≠ra que ten¬≠hamos de falar dis¬≠so em 2020 nos EUA‚ÄĚ, lamen¬≠tou.

Por Rodri¬≠go Cost√°bile/Famosidades

PUBLICIDADE