4.0 // manual4.1 // sexo

Perfil comportamental no sexo

Os relacionamentos interpessoais podem ser um grande desafio visto que somos seres únicos neste universo, cada qual com suas competências, características, personalidades e potencialidades totalmente distintas um dos outros.

Segundo o psiquiatra e psicoterapeuta Carl Gustav Jung, que a atitude do indivíduo com o meio externo, se dá a partir de duas funções psicológicas de percepção a Sensação e a Intuição, que se referem à forma como nós percebemos e enxergamos o mundo ao nosso redor, fazemos nossas escolhas e definimos nossa atuação na vida, inclusive no sexo.

Perfil sexual: Sensação

A pessoa Sensação se comportará de uma maneira mais “racional” e prática, gostam de precisão e exatidão, horário e local estabelecidos previamente para que o sexo aconteça (isto o deixará mais seguro, inclusive para saber que roupa usar) e se não der para transar neste dia, tudo bem, fica para a próxima semana no mesmo horário e local.

Gostam de seguir um ritual, um planejamento, são os perfis avessos a “loucuras” na hora do sexo, como transar em lugares inusitados por exemplo, só de pensar em ser pego já entram em desespero.
Perfil sexual: Intuição
A pessoa Intuição é mais “emoção” no ato sexual, não é um grande observador do mundo que o cerca e a detalhes, então, não está muito preocupado/a com a hora ou o lugar aonde irão transar, isso pode ser literalmente decidido na hora.
 
Adora lugares improváveis para fazer sexo e de uma pitada de aventura inclusive, monotonia é coisa rara na vida sexual do Intuitivo, vive num mundo de possibilidades futuras e é avesso a rotina e regras, gostam de ousar e viver novas experiências e sensações. E se não der para transar naquele dia? Ah ele/a dará um “jeitinho” sim do sexo acontecer, nem que seja uma rapidinha, pois não se sabe o dia de amanhã.
Fonte: Homem Moderno

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista