6.3 // henrique narita

O que está ao nosso alcance para melhorar?

Olá pessoal! Na última semana escrevi um pouco sobre minha opinião de como podemos trabalhar na tentativa de massificar o esporte e mais ainda, utiliza-lo como ferramenta auxiliar na educação de jovens e crianças.

Quero insistir nesse assunto. Já comentei nas minhas colunas anteriores vários dos benefícios da prática da modalidade tênis de mesa, seja no aspecto físico como no psicológico. Pois bem, você sabia que essa é uma das modalidades com menor custo de investimento para início de um programa de treinamento e iniciação coletivo? Sim, pois é. O maior desafio é a busca de profissionais sérios e capacitados para que todos os benefícios deste esporte possam ser difundidos aos que decidirem por pratica-lo.

O profissional que se dispor ao ensinamento e treinamento de tênis de mesa deve possuir características bastante importantes para que tenhamos sucesso seja no aspecto técnico e estratégico do esporte como também no aspecto educacional, principalmente se for destinado a crianças e jovens.

Embora seja um esporte individual, não pensem que o espírito de equipe e aspectos de desenvolvimento para convivência em grupo de crianças sejam menos importantes nessa pratica, muito pelo contrário. É justamente no treino que o profissional que se dispor a essa importante missão de ensinar (sentido amplo da palavra) e treinar devem estar intrinsecamente ligados.

Tenho esperança de que o esporte como um todo, possa ajudar a melhorar nossa sociedade. Sempre acreditei nisso. Particularmente o tênis de mesa, que é o esporte no qual milito, pode contribuir de maneira intensa nesse sentido. Quero sim ver o Brasil campeão olímpico, mundial e tudo mais no tênis de mesa. Mas quero mais ainda que tenhamos uma sociedade melhor. Mais crítica, mais pensante, mais preparada para os desafios da vida. E o que está ao meu alcance nesse sentido? Buscar massificar o tênis de mesa e fazer com que esses valores sejam adequadamente transmitidos de maneira que, com o passar do tempo, quando menos esperarmos, teremos o esporte bastante difundido e praticado de forma ética e honesta. E humildemente penso que isso poderá ajudar a melhorar nosso pais.

Se uma criança aprende, também como tênis de mesa, a encarar os desafios que estão por vir, as pressões que irão pesar sobre seus ombros, a analisar o ambiente que estará inserida, a analisar criticamente o seu redor. Tenham certeza, teremos uma sociedade melhor.

E contem comigo para ajudar a indicar profissionais em sua região para treinos coletivos ou individuais, seja em que região do Brasil você estiver. Escolas, empresas, clubes seja a instituição que for, estarei pronto para ajudar. Me escrevam para soutenisdemesa@gmail.com .

Valeu pessoal e até a próxima!

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista