4.0 // manual4.1 // sexo

O porquê de querer transar em meio a uma briga

Geralmente casais sentem vontades de sexo em momentos totalmente inadequados para isto, e há pesquisas e estudos para explicar o porquê destas vontades.

“Para muitos casais – se não a maioria – sexo representa um meio significativo de conexão íntima, em termos físicos, claro, mas também emocionais”, explica Amanda Gesselman, psicóloga social e cientista pesquisadora do Kinsey Institute, em entrevista para a Vice. “Mesmo não sendo uma correlação perfeita, satisfação com nossas vidas sexuais tende a se ligar com quão felizes estamos no relacionamento em geral.

Não é surpresa então que quando o desejo do parceiro começa a cair – talvez por stress, depressão, cansaço ou porque a frequência do sexo tende a cair mesmo conforme um relacionamento progride – interpretamos isso como um sinal de que algo está errado.”.

Segundo a teoria psicanalítica “Transferência da Excitação”, o estado de alta excitação da discussão é transformado no estado de tesão, que ocorre durante o sexo. A energia passa a ser canalizada para algo mais divertido e prazeroso. Neurotransmissores cerebrais como serotonina, dopamina e noradrenalina entram em ação no organismo durante a transa, elevando a temperatura ainda mais.

A manhã também é um momento em que muitos homens possuem ereção, acontecendo muito na adolescência, mas que pode voltar na fase adulta e o motivo é que, por volta das 5 horas da manhã, os níveis de testosterona estão no auge –entre 25% e 50% a mais do que em outros momentos do dia.

A vontade de transar logo ao acordar acontece por estarmos mais relaxados, e a produção de testosterona segue em alta também nas mulheres, especialmente nas primeiras horas.

A saudade também intensifica muito as coisas. Quando os dois não podem se ver, a impossibilidade torna a vontade ainda mais intensa e parece que o organismo todo vai entrar em pane, se o desejo não for satisfeito.

A química cerebral é responsável pela excitação que antecede um flagra. O medo de ser pego no ato, associado à vontade de matar o desejo ali mesmo, no banheiro da balada ou na escada do trabalho, faz o corpo todo descarregar tanta adrenalina, que é praticamente impossível resistir.

Um pouquinho de álcool ajuda a manter a excitação em alta porque, além de relaxar, promove confiança. Ele pode proporcionar uma liberação maior dos sentidos e desejos, levando à vontade de transar. Porém, é preciso alguns cuidados: beber demais pode causar impotência sexual e também te fazer transar sem proteção.

Fonte: Manual do Homem Moderno

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista