entretenimentotecnologia

Novo celular de marca chinesa promete concorrer com Galaxy Note 8 e iPhone X

Com o lançamento do Redmi Note 5 e do Redmi Note 5 Pro, a Xiaomi atualiza a sua linha de smartphones com especificações técnicas que prometem bom desempenho e preços inferiores aos encontrados no Galaxy Note 8 e iPhone X, dois dos seus principais adversários. Com destaque para o reconhecimento facial e de digitais, o Note 5 Pro tem preço de entrada anunciado de US$ 187 (aproximadamente R$ 616, no câmbio atual). Já o Note 5, mais simples, sai a partir de US$ 157 (em torno de R$ 517). A loja oficial da Xiaomi sinaliza que ambos estarão disponíveis a partir de 22 de fevereiro. Não há previsão da chegada dos modelos ao Brasil.

Enquanto o Redmi Note 5 Pro é a grande novidade com design renovado e traz como diferencial o fato de ser o primeiro celular da Xiaomi com reconhecimento facial, o Redmi Note 5 é uma versão rebatizada do Redmi Note 5 Plus, lançado originalmente em dezembro. O Note 5 mantém as mesmas versões e especificações do Plus e se destina ao mercado internacional.

Os dois telefones possuem tela de 5,9 polegadas em aspecto 18:9, que cria espaço para que a resolução seja um pouco maior, a 2160 x 1080 pixels. No design aplicado ao Redmi Note 5 Pro, é possível notar que a tela apresenta cantos curvos, imitando a solução presente no Galaxy S8, além de bordas reduzidas.

As diferenças que favorecem o Redmi Note 5 Pro começam no interior do smartphone. O processador é um Snapdragon 636 de oito núcleos, capaz de rodar até 1.8 GHz. O modelo poderá ser encontrado com memória RAM de 4 GB ou 6 GB, sempre com 64 GB para armazenamento.

O Redmi Note 5 é, na verdade, um relançamento do Redmi 5 Plus com cara nova. O celular continua equipado com um octa-core Snapdragon 625 de até 1.8 GHz e com opções de 3 GB ou 4 GB de RAM. Para memória interna, são 32 GB ou 64 GB, dependendo da versão. Em termos de performance, portanto, nenhum dos dois têm fôlego para alcançar Galaxy S8, Galaxy S8 Plus, Galaxy Note 8 e iPhone X. No sistema operacional, ambos chegam com Android 7.1 Nougat e interface MIUI 9.

Câmera dupla só no Redmi Note 5 Plus

 - REVISTA MAISJR

Na câmera, o Note 5 Pro também se sobressai. A Xiaomi optou por equipar o lançamento com uma câmera dupla que se divide entre sensor principal de 12 megapixels e abertura focal de 2.2 e outro, de 5 MP e f/2.0, desenvolvido para captura de profundidade. Além da tecnologia de reconhecimento facial já mencionada, o Pro permite o uso de sensor de impressões digitais, localizado no painel traseiro do smartphone.

No painel dianteiro, uma câmera de 20 megapixels promete selfies de altíssima nitidez. Além disso, a câmera frontal também se encarrega do desbloqueio por reconhecimento facial.

No Redmi Note 5, a câmera principal é simples, com resolução de 12 megapixels e abertura de 2.2. No painel dianteiro, o sensor é de 5 MP. Sem reconhecimento facial, o Redmi Note 5 conta com leitor de digitais apenas.

Mais moderno em termos de design, ambos Redmi Note 5 e Pro serão vendidos em preto, dourado, ouro rosa e azul. A bateria nos dois casos também é a mesma, com 4.000 mAh. Os telefones oferecem entrada para cartões de memória microSD.

Fonte: Techtudo

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista