Investimentos

Investimentos da indústria registram alta, após dois meses em queda

 - REVISTA MAISJR

(Crédito: Divulgação) 

Os investimentos da indústria avançaram 1,3% em janeiro deste ano, na comparação com dezembro de 2018, na série com ajuste sazonal. É o que mostra o Indicador Ipea de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), divulgado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O resultado interrompe dois meses de queda, que acumularam recuo de 3,3%. Na comparação com o mesmo mês de 2018, o Indicador apresentou evolução de 5,8% e, no acumulado de 12 meses, de 4,3%.

De acordo com o pesquisador do Grupo de Conjuntura do Ipea e autor da análise, Leonardo Mello de Carvalho, o resultado positivo do início do ano foi influenciado pelo crescimento das importações de máquinas e equipamentos no período, especificamente das importações de plataformas de petróleo, impactado pela mudança no regime aduaneiro Repetro.

Caso essas transações fossem excluídas do cálculo, os investimentos teriam recuado 2,2% em janeiro de 2019 e 1,5% na comparação com o mesmo mês de 2018.  O  consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) – primeiro componente do FBCF – apresentou crescimento de 5,5% em janeiro, sendo o responsável pelo bom desempenho da índice no período.

Já a construção civil, segundo componente do índice, continua apresentando fraco desempenho desde 2018. O setor fechou janeiro deste ano estagnado em 0,0%. Na comparação com janeiro do ano passado, a construção civil registrou variação negativa de 1,5%.  O terceiro componente outros cresceu 5,5% em relação a janeiro de 2018.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista