2.0 // dossiê2.2 // negócios

Intel e sua saída do CEO

A maior fabricante de chips para computadores do mundo, anunciou no dia 22 de junho, que Brian Krzanich não é mais o presidente-executivo da empresa por ter mantido um relacionamento amoroso com uma funcionária, prática proibida pela política da companhia.

“A Intel foi recentemente informada de que Krzanich tem um relacionamento consensual antigo com uma funcionária da Intel. Um conselho de investigação interna e externa confirmou a violação da política da Intel de não-confraternização, o que se aplica a todos os gerentes”, explica a Intel.

“Dada a expectativa de que todos os empregados irá respeitar os valores da Intel e aderir ao código de conduta da companhia, o conselho aceitou a renúncia de Krzanick.”

O posto de CEO será ocupado de forma interina pelo diretor financeiro, Robert Swan, que está na empresa desde outubro de 2016.

“O conselho acredita firmemente na estratégia da Intel e nós estamos confiante na habilidade de Bob Swan de liderar a companhia conforme conduzimos uma robusta busca pelo nosso próximo CEO”, afirmou, em nota, o presidente do conselho da Intel, Andy Bryant.

Fonte: G1

Foto: Rick Wilking

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista