2.0 // dossiêmundo

EUA têm mais lojas de armas do que redes de restaurante somadas

Neste ano, já aconteceram 17 tiroteios em escolas dos EUA, com 37 mortos e 28 feridos ao todo. Além desses incidentes, também houve outros 32 “mass shootings”, o que eleva o total de atentados a 49 – e indica que 2018 deve bater o recorde do ano passado, quando o país teve 346 tiroteios em massa. A situação levou o presidente Donald Trump a contrariar a posição clássica do Partido Republicano, e propor leis para restringir o comércio e o porte de armas.

Alguns dias depois, sob pressão da National Rifle Association, grupo que reúne donos de armas de fogo e tem mais de 5 milhões de associados, Trump recuou. Apesar disso, os proprietários de armas viram nisso uma ameaça a seus direitos – o que fez disparar os pedidos de filiação à NRA e a grupos similares.

Estima-se que 75 milhões de americanos possuam armas de fogo, pois nos EUA é fácil adquirir uma: o país possui 56.199 lojas de armas, mais do que a soma de todas as lanchonetes McDonald’s (14 mil), Subway (26,7 mil) e cafés Starbucks (14 mil). O número de comércios de armas também supera, com folga, o de supermercados (38,4 mil), e chega perto da quantidade de farmácias (67 mil).

Fonte: Superinteressante
Foto: Shutterstock

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista