6.3 // henrique narita

Esporte onde mais precisamos dele

Olá amigos!  Ual, que semana cheia!

A cada dia que passa,  fico mais empolgado com o andar do nosso tênis de mesa.

Estive em Sergipe, ministrando uma clínica e aproveito para enviar um grande abraço e meus agradecimentos à todos que puderam participar e à todos os organizadores.

A clínica realmente “bombou” e espero que eu tenha conseguido agregar algum tipo de valor e conhecimento aos participantes. Procuro sempre fazer nas clínicas, um trabalho tão individualizado quanto possível.

Importante a sensação de ver que em todos os lugares de nosso país, existem pessoas querendo fazer cada vez mais pelo tênis de mesa.

Tenho um projeto juntamente com um amigo, o NH Sports, que tem como objetivo principal a massificação e popularização do tênis de mesa.

Tenho andado e conversado muito com educadores e professores na área de educação física.

Estou certo de que o esporte pra nossa criançada, voltada como ferramenta de apoio educacional e de aprendizado para o convívio social, é um caminho necessário e que poderá trazer ganhos individuais e coletivos de valores inestimaveis.

Estou cadastrando escolas e instituições de ensino, e agradeço a ajuda de quem puder indicar algumas.

Este cadastro possibilitará uma pesquisa sobre a prática de esportes amadores individuais nas escolas, sobretudo o tênis de mesa.

Tenho visto que são muitas as barreiras, mas em muitos casos a falta de iniciativa não é uma delas. Muitas instituições desejam difundir e ensinar a prática de esportes amadores aos seus alunos mas não encontram meios e recursos. E não me refiro só a recursos materiais mas também recursos humanos.

Por isso estou intensificando esse trabalho, tentando mostrar caminhos e direções.

A motivação para implementar práticas de esportes amadores individuais também são bastante diversas. Isso também quero aprofundar, para poder ajudar criando meios e fins.

Conto com a ajuda de todos. Me escrevam para soutenisdemesa@gmail.com .

Um abraço à todos e até a próxima semana!

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista