6.1 // denise prado

Diversidade na adversidade

O mundo gira, gira e gira… Estamos em movimento constante e nessa velocidade as informações vão sendo propagadas e naturalmente criamos a expectativa de que os preconceitos, principalmente os preconceitos estarão se dissipando, que essa raça humana despertará e de uma vez por todas entenderá que tudo está interligado, que não existe cor, orientação sexual, classe social, que só deve existir o amor ao próximo verdadeiramente. Mas não é bem assim… Ou é?

Essa semana vivi a diversidade em sua plenitude, vivi a alegria e a dor de ser quem se é, vivi a gentileza, vivi a sensibilidade, vivi a angustia, vivi a acessibilidade por muitos ângulos, vivi cada história e experiência ali vivida através da Primeira Conferencia Internacional da Diversidade e Turismo LGBT Brasileira. Foram dois dias de intensa programação com palestras importantes, com o microfone aberto, onde se falou da Diversidade e do Turismo mostrando que há espaço para todos, que cada um pode escolher exatamente estar onde quer estar, que a liberdade de expressão não está só no papel. Está na voz, no olhar, na arte de ouvir, de se deixar conduzir.

O mais incrível é que depois de dois dias aprendendo e devorando histórias, vou assistir “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu”. Um espetáculo que está deixando muita gente de cabelo em pé, muita gente de orelha em pé e olhos bem abertos. O texto é de uma Trans Escocesa Jo Clifford com adaptação e direção de Natalia Malo e interpretado maravilhosamente e ousadamente bem pela Atriz Travesti Renata Carvalho. Veja bem, falei Travesti, por que é assim que ela se apresenta e é justamente por ser uma Travesti que está se permitindo falar, declamar e interpretar Jesus na sua forma, é que está causando tanta polemica.

Saí do SESC Santo Amaro me perguntando por que tanta polemica?  Eu mesma vou responder o que me perguntei.   “As pessoas estão com medo… E o medo cega, enfraquece, entristece…”.

O tempo que fiquei ali na Conferencia e no Teatro, em horários e situações bem diferentes, percebi algo bem em comum: O Objetivo era o mesmo: mostrar a igualdade, mostrar o quanto existe sim espaço para todo mundo ser feliz.

Na Conferencia, ouvi o Empresário Maurício Magalhães dissertar sobre a importância de se buscar a igualdade, ouvi o que o poder público vem fazendo com relação ao avanço LGBT no estado de SP, ouvi de Rafael Bolacha a desmistificação do HIV em um depoimento emocionante, ouvi sobre racismo, religião, acessibilidade, preconceito e amor.  Foram momentos marcantes com muita troca de experiência, com muitas histórias como a do Dzi Croquetes, contada por Ciro Barcellos da formação original do grupo nos anos 70. Estiveram presentes agências de Turismo e Hotéis preocupados em atender o publico LGBT e o publico com necessidades especiais de forma confortável e única. Tive a honra de conhecer Ricardo Shimosakai, cadeirante, CEO da Turismo Adaptado e foram assim esses dois dias de muito aprendizado.

Na quarta feira, tive o privilégio de assistir “O Evangelho segundo Jesus – A Rainha do Céu. Uma surpresa agradável, ver a Travesti Renata Carvalho expondo com maestria seu talento em um texto cheio de nuances e dicotomia, intenso e provocador. Renata é leve como uma pluma e passeia pela plateia encarando olhos nos olhos por muitas vezes seu público que responde a altura. Costumo sempre lembrar que a palavra Coragem vem do grego Agir com o Coração, e Renata age corajosamente, mostrando que Deus não descrimina ninguém, que isso é coisa dos Homens que precisam se afirmar em cima do poder que lhes é concedido e agem como se fossem Deus, só que sem o amor de Deus. O espetáculo é uma “Missa” moderna, com passagens bíblicas exemplificadas na atualidade e ai percebemos que nada mudou muito, que quando pensamos que avançamos nos deparamos com o retrocesso, com o preconceito, com a censura desmedida. Ao fim do espetáculo sob uma luz linda Renata celebra o amor em uma espécie de oração que abraça a todos e nos faz ter esperança de um mundo melhor.

Vida longa a Câmara de Comércio LGBT Brasileira, que venham muitas Conferências e Vida Longa ao espetáculo O Evangelho Segundo Jesus – Rainha do Céu.  Que ambos continuem em sua trajetória buscando serem os Mais Influentes mecanismos de reflexão.

GALERIA

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista