6.3 // henrique narita

Ciclo virtuoso, precisamos disso!

Olá pessoal! No último domingo estive no torneio de equipes do grupo Kenzen, torneio esse que a partir de agora leva o nome do saudoso Sr. Mauro Uwagoya. Quero parabenizar a todos os envolvidos pela organização pois foi um excelente evento.

E sempre que falo em eventos deste tipo, gosto de ressaltar a questão do voluntariado. Todos os organizadores, pessoas que trabalharam no restaurante, na coordenação dos jogos, na mesa de controle, em todas as funções o fazem pelo simples prazer de ajudar, pelo simples fato de querer contribuir para que todos possam praticar um esporte, possam ter um domingo agradável, possam se divertir.

E isso não é exclusividade só desta agremiação, assim acontece em todos os finais de semana e em vários locais de São Paulo e outros estados.

O mundo do tênis de mesa amador está crescendo e fico muito feliz com isso.

Vejam o exemplo de sucesso da Liga Nipo Brasileira de Tênis de Mesa, contam com média de quinhentos a seiscentos atletas reunidos em média uma vez por mês, atletas masculinos e femininos de 4 a 100 anos. É maravilhoso de ver!

Pessoas que tem como hobbie e esporte de paixão o tênis de mesa. Não ganham nada para jogar, pelo contrário, pagam!

Esse espirito positivo, esse ciclo virtuoso temos que criar no âmbito da pratica mais profissional. Temos que ter em nosso pais condições de manter um atleta praticando aquilo que gosta e que ama, e que esse “trabalho” possa ser remunerado minimamente suficiente para que ele possa se manter, manter seus equipamentos de jogo e treino, possa treinar e ter treinador, possa disputar torneios enfim, que o esporte possa ao menos pagar o suficiente para que o atleta possa seguir a carreira.

E não quero aqui contrariar ninguém, mas não me refiro a ficar esperando por bolsas de governos federais, estaduais ou municipais. Me refiro a arregaçar as mangas e ir à luta.

Se você está lendo e é praticante de tênis de mesa, talvez saiba que venho lutando com a Thethona tentando criar um ciclo de torneio que possa iniciar os ganhos aos atletas e clubes.

Agora e ainda esse ano, iniciarei um projeto não limitado ao tênis de mesa, para que atletas amadores possam também ter pequenos ganhos e assim se motivarem a se profissionalizar e com isso criaremos esse ciclo virtuoso.

Mas só conseguiremos isso com ajuda de todos e fico a disposição no meu email soutenisdemesa@gmail.com

Um grande abraço a todos!

 

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista