brasildossiê

Candidata em defesa de maioridade

Toda a chapa feminista encabeçada pelo PSol participou, ontem, da entrega de um decálogo de compromisso dos candidatos ao governo do estado, elaborado pelo Fórum do Diretório da Criança e do Adolescente de Pernambuco. O documento contém dez pontos prioritários para a pauta da infância e foi assinado pela candidata ao governo, Dani Portela (PSol), pela vice Gerlane Simões (PCB) e pelas duas postulantes ao Senado, Albanise Pires (Psol) e Eugênia Lima (Psol). Segundo Dani, o diferencial da sua chapa foi que ela esteve completa no ato realizado na sede da ONG Etapas, no bairro da Boa Vista, no entro do Recife. Maurício Rands (Pros), Julio Lossio (Rede), Simone Fontana (PSTU) e Ana Patrícia (PCO) também prestigiaram o evento.
Entre as propostas, a mais polêmica (e apoiada pelos candidatos e candidatas presentes) foi o apoio à manutenção da maioridade penal de 18 anos, conforme estabelecido no Estatuto da Criança e do Adolescente. Segundo a candidata do PSol, também houve defesa de políticas sociais para garantir a educação, a cultura, a saúde e o lazer, esses em detrimento de políticas desenvolvimentistas. “Essa cobrança das entidades que trabalham com a infância para que ela seja prioridade na pauta da discussão política é muito importante”.
À noite, a candidata ao governo participou de uma sabatina realizada pela Universidade Católica de Pernambuco, com a participação de alunos e professores. Ela voltou a defender, por exemplo, uma reforma administrativa no estado, onde os cargos comissionados e secretarias precisam ser enxugados, e uma auditoria na dívida pública. “Nunca Pernambuco teve uma governadora, nunca teve senadores… A primavera chegou”, disse ela, frisando que esse tabu precisa ser quebrado.
Fonte: Diário de Pernambuco

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista