esporte

Brasil se despede de Maria Esther Bueno, a maior tenista do país

Maria Esther Bueno, a maior tenista da história do Brasil, faleceu nesta sexta-feira (8), aos 78 anos. Ela já estava, desde o começo de maio, internada em estado grave no Hospital Nove de Julho, em São Paulo. A ex-atleta faleceu em decorrência de um câncer.

Maria havia descoberto, no ano passado, um câncer no lábio, que se espalhou para a garganta. Então, passou por sessões de radioterapia, que a princípio melhoraram seu quadro de saúde. Entretanto, no último mês de abril, a situação se agravou. O câncer havia se espalhado para outros órgãos do corpo. A ex-atleta optou por não fazer a quimioterapia e, desde então, vinha sendo tratada com imunoterapia. Maria Esther ainda estava lúcida e assistiu à partida entre Novak Djokovic e Marco Cecchinato na última terça-feira, pelas quartas de final de Roland Garros.

Encerrou a carreira com 19 títulos de Grand Slam e tendo alcançado quatro vezes o posto de número 1 do mundo (1959, 1960, 1964 e 1966). Ganhou 589 títulos durante sua carreira e entrou para o hall da fama em 1978.

Nos últimos anos, foi comentarista da SporTV em torneis de grande importância da modalidade.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista