brasil

Atletas do Flamengo morrem em incêndio no Centro de Treinamento

Pelo menos dez jovens atletas do Flamengo (RJ) morreram no incêndio que aconteceu no início da manhã desta sexta-feira (8) no Centro de Treinamento Ninho do Urubu, na Zona Oeste do Rio.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. Ainda não há identificação dos mortos. Os bombeiros chegaram a dizer que todos eram adolescentes, mas não há informações oficiais.

 - REVISTA MAISJR

Foto – Divulgação

Três adolescentes ficaram feridos, um deles em estado grave, e foram levados para o Hospital Municipal Lourenço Jorge, na Barra:

  1. Cauan Emanuel Gomes Nunes, 14 anos, de Fortaleza (CE);
  2. Francisco Diogo Bento Alves, 15 anos;
  3. Jonathan Cruz Ventura, 15 anos, em estado mais grave.

Às 8h40, Jonathan foi levado às pressas para o centro cirúrgico. Ele sofreu queimaduras em 40% do corpo e será transferido para o Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz.

Os três feridos não residem no Rio de Janeiro. O secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Felipe Bornier afirmou que o governo decretará luto de três dias.

A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro lamentou, através do seu site oficial, a tragédia ocorrida no e se solidarizou com as famílias. A FERJ informa que não vê clima para a realização do Fla-Flu, neste sábado (09/02), no Maracanã, e está convocando, para reunião de emergência agora pela manhã, Fluminense, Flamengo e a TV detentora dos direitos do Campeonato Carioca para decidir sobre o caso.

Vários clubes e atletas estão, através de suas redes sociais, prestando solidariedade ao clube e as famílias.

 - REVISTA MAISJR

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista