6.3 // henrique narita

Ajudar à nós mesmos

Olá amigos, escrevo da nossa maravilhosa região do nordeste. Local de gente trabalhadora, povo acolhedor e belas paisagens naturais.

Desde já meu agradecimento aos meus amigos de Aracaju, onde ministrei uma clínica promissora. A participação de todos lá foi incrível, espero ter podido ajudar acrescentando conhecimento a todos que puderam estar presentes.  Galera genial e muito participativa!

De lá, cheguei aqui em Maceió, também linda e formosa, onde estou disputando a Copa do Brasil de Tênis de Mesa!  Aqui também participei de evento de demonstração da nossa modalidade em um Shopping Center. A cada dia que passa fico mais impressionado com a identificação do público com esse esporte maravilhoso!  Esporte que é fácil e difícil ao mesmo tempo!

Meus agradecimentos às federações de Alagoas e Sergipe e aos meus patrocinadores, que viabilizaram minha vinda ao nordeste.

Esses últimos dias surgiram notícias de restrições de verbas públicas que podem afetar alguns ou vários atletas mesatenistas. Muitos dependem do bolsa atleta, do governo federal.

Assunto delicado que quero abordar.  Muitos precisam e merecem a bolsa. Muitos não precisam e alguns eu diria que sequer a merecem.

Não quero defender aqui nenhuma ideologia, partido ou político. Mas se a realidade hoje é de contingenciamento de despesas, de reduzir o deficit, então seria ilusório achar que o esporte ficaria de fora do aperto de cinto.

E, no fim das contas, é disso que venho tratando com frequência e mais do que isso. É essa independência do estado que venho tentando proporcionar no nosso humilde mercado do tênis de mesa.

E é por isso, que não raro, inclusive neste canal,  venho pedindo ajuda. E não se trata de “me” ajudar.  Trata se de “nos” ajudarmos!  De ajudar o tênis de mesa do Brasil!  Que somos nós!

Realizarei um evento interescorlar em São Paulo para ensino fundamental I e II no mês de novembro. Peço ajuda de todos, inscrevendo suas escolas!

Ajuda,  ajuda e ajuda!  Sempre que peço,  entendam por favor, estou pedindo pelo esporte. Para que em um futuro próximo, possamos depender menos ou até mesmo não depender do estado.

Me escrevam para soutenisdemesa@gmail.com !

Um abraço e  até a próxima!

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista