PUBLICIDADE

mundo

Aeroportos de Pequim cancelam mais de mil voos

Os dois aero¬≠por¬≠tos de Pequim can¬≠ce¬≠laram hoje (17) mais de mil voos. √Č que a cap¬≠i¬≠tal chi¬≠ne¬≠sa somou 137 casos da Covid-19 nos √ļlti¬≠mos cin¬≠co dias, infor¬≠mou a impren¬≠sa estatal.

Segun¬≠do o jor¬≠nal ofi¬≠cial em l√≠n¬≠gua ingle¬≠sa Chi¬≠na Dai¬≠ly,  1.255 voos de e para os aero¬≠por¬≠tos de Pequim foram can¬≠ce¬≠la¬≠dos. Esta sem¬≠ana, Pequim pediu que os seus 21 mil¬≠h√Ķes de habi¬≠tantes evi¬≠tassem via¬≠gens ‚Äún√£o essen¬≠ci¬≠ais‚ÄĚ para fora da cidade e orde¬≠nou o fechamen¬≠to das esco¬≠las de ensi¬≠no b√°si¬≠co, m√©dio e supe¬≠ri¬≠or.

V√°rias cidades e prov√≠n¬≠cias pas¬≠saram a impor quar¬≠ente¬≠na a via¬≠jantes ori¬≠un¬≠dos da cap¬≠i¬≠tal chi¬≠ne¬≠sa. A descober¬≠ta, nos √ļlti¬≠mos cin¬≠co dias, de mais de cem pacientes lig¬≠a¬≠dos a um mer¬≠ca¬≠do da cidade, foi um choque para a cap¬≠i¬≠tal da Chi¬≠na, que h√° quase dois meses n√£o diag¬≠nos¬≠ti¬≠ca¬≠va um caso.

O sur¬≠to foi detec¬≠ta¬≠do no prin¬≠ci¬≠pal mer¬≠ca¬≠do abaste¬≠cedor da cap¬≠i¬≠tal chi¬≠ne¬≠sa. Na √ļlti¬≠mas 24 horas, a Chi¬≠na diag¬≠nos¬≠ti¬≠cou 44 novos casos da Covid-19, incluin¬≠do 31 em Pequim.

De acor¬≠do com os dados ofi¬≠ci¬≠ais, des¬≠de o in√≠¬≠cio da pan¬≠demia, a Chi¬≠na reg¬≠istrou 83.265 infec¬≠ta¬≠dos e 4.634 mor¬≠tos, dev¬≠i¬≠do √† Covid-19, a doen√ßa cau¬≠sa¬≠da pelo novo coro¬≠n¬≠av√≠rus. A pan¬≠demia j√° provo¬≠cou mais de 438 mil mor¬≠tos e infec¬≠tou mais de oito mil¬≠h√Ķes de pes¬≠soas em 196 pa√≠s¬≠es e ter¬≠rit√≥rios.

A doença é trans­mi­ti­da por um novo coro­n­avírus dete­ta­do no final de dezem­bro, em Wuhan, uma cidade do cen­tro da Chi­na.

Fonte: Ag√™n¬≠cia Brasil 

PUBLICIDADE