2.0 // dossiê2.1 // economia

Postos começam a zerar

O quarto dia da greve dos caminhoneiros tem causado preocupação em todo o país, atingindo diversos setores, entre eles, o de abastecimento de combustíveis. Muitos postos estão fechados. Com a escassez, a população enfrenta preços abusivos nos postos onde ainda há combustível.

Na noite de ontem (23), a Petrobras anunciou a redução e o congelamento dos preços do diesel em 10%, por 15 dias. Os caminhoneiros reivindicam esse congelamento por seis meses. Algo em que a estatal não parece estar disposta a ceder. Os transportadores também solicitam o não pagamento nas praças de pedágio do eixo erguido e as melhores condições nos locais de parada.

Os moradores começam a sofrer com a falta de combustível, os preços abusivos, a falta de produtos nos supermercados e até a redução da frota de transporte público de algumas cidades.

saiba antes via instagram @maisinfluenterevista